Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SOU
A PORTA QUE SE ABRE
Sérgio Gaiafi

Sou as portas dessa casa
Que abrem-se quando eu passo
Falando com as paredes sobre o nada
Que perpetua-se em cada cantinho
Que poetisa minha vida tão sofrida
A pedir um pouco de paz.


Biografia:
Sérgio Gaiafi, nascido como Sérgio Rodrigo Gaiafi Maciel em 1966 na cidade de Campina Grande na Paraíba. Filho de Amadeu Maciel de Arruda e Nancy Gaiafi Maciel, na infância estudou no Instituto São Vicente de Paulo onde teve sua formação primária, depois, passou pelos educandários, Colégio Moderno 11 de Outubro, Colégio Santa Terezinha e, Colégio Estadual de 2º Grau Dr. Elpídio de Almeida mais conhecido como 'Gigantão da Prata' cursando sua formação colegial. Trabalhando na Paróquia do Santo Antônio, recebeu incentivo do Pe João Heldes Collin e ingressou na vida religiosa, e assim, teve então sua formação no Propedêutico em Fortaleza, Ceará pela instituição religiosa, Instituto Teológico Pastoral do Ceará, e consequentemente formação em Filosofia e Teologia na Faculdade Teológica Filadélfia e Escola Teológica Popular da Diocese de Campina Grande, onde tornou-se Agente Pastoral e, depois, pelo Instituto Judaico resolveu especializar-se em línguas semíticas tornando-se tradutor textual e Patrística e historicidade canonical pela Escola Mater Ecclesiae como apoio do Pe. Clemente Medeiros da Rocha que havia sido professor no Seminário São João Maria Vianney e também fez o arqueologia bíblica pela e Direito canônico pela Escuela Mater Ecllesie. Durante sua vida sempre nutriu o seu lado cultural pelas artes e literatura herdado pelos antepassados, tornar-se escritor pelo desejo e capacidade de observar em seus pensamentos uma dialética pragmática através da escrita dos poemas, sonetos, adágios, haicai e poesia aldravista. Na sua trajetória exemplos como Heráclito Maciel,, Mimosa Figueiroa e sua irmã Lúcia Maciel, serviram de exemplo e poetas como Carlos Drummond de Andrade, Florbela Espanca, Fernando Pessoa, Cora Coralina, Emily Elizabeth Dickinson, Matisuo Bashô, Clrice Lispector, Walt Whitman, Marianne Moore e outros grandes vultos serviram-os de inspiração complementar para seu discernimento poético literário.
Número de vezes que este texto foi lido: 126


Outros títulos do mesmo autor

Poesias AMAR Sérgio Gaiafi
Poesias PERSONAGREN Sérgio Gaiafi
Poesias CREPÚSCULO Sérgio Gaiafi
Poesias NOITE Sérgio Gaiafi
Poesias FLEETING Sérgio Gaiafi
Poesias FUGÁS Sérgio Gaiafi
Poesias FUGÁS Sérgio Gaiafi
Poesias ALDRAVIA Sérgio Gaiafi
Poesias HOMEM Sérgio Gaiafi
Poesias SOU Sérgio Gaiafi

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 33.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68405 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55719 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44418 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44138 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43759 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42876 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42139 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41362 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41301 Visitas
Amores! - 39821 Visitas

Páginas: Próxima Última