Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Qual é o limite do amor?!
Carolina Cortez

Ela era encantada com a vida que tinha.

Porém, Sofia vivia uma vida irreal, ou seja,

a de uma jovem que deveria chamar se Alice.

Não havia experimentado os dissabores mundanos.

Sua felicidade era tão ilusória a tal ponto de seus pais

a considerarem uma alienada.

Foi então, que os anos começaram a desenvolvê la.

Foi aí que Sofia começou a conhecer a escuridão.

Foi preciso tapas, tapas e mais tapas para acordá la desse delírio.

A moça relutou tanto que até em sanatório foi parar.

Mas, foi lá que encontrou a sua força interior passando a encarar de frente a realidade.

Apesar de todas as mazelas, Sofia não apagou sua luz interior.

...Tanto que em seu coração teve até um espaço para um real amor,

amor de realidade, e não aqueles infantis e platônicos que outrora sentira.

A pedra de seu sapato era a tal da morte.

Mas, depois que uma pessoa, a qual ela amava se foi desta para melhor, a garota não tinha mais medo de nada,

...até chegou a desejá la.

Mas nada que a deixasse tão valente!

Mas sim, somente com juízo para resolver coisas do cotidiano.

Porém, o que Sofia mais temia era a solidão, a qual, às vezes era prazerosa, noutras, tediosa!

Na verdade, ela tinha aversão ao tédio!

Por isso, ao conhecer o seu marido, passou a dar bastante valor em seu relacionamento,

o qual, de início, era sem nomenclatura, porém, com o passar do tempo, foi tomando diversas formas.

...Até a forma de tédio, o que era tudo que Sofia não gostava, mas ela sentia que valia à pena viver este amor.

No entanto, um dia desses, a moça estava vendo uma reportagem na TV em que falava sobre caverna submersa.

Foi então que ela se questionou " será que eu teria coragem de ir tão longe assim para salvá lo?!

...e ele, será que faria o mesmo por mim?!

O que se perguntam é " qual é o limite do humor?"....e ela lançou " qual é o limite do amor, pelo menos do dela e do dele?!"

Mas, pelo menos foi por isso que ela nunca abriu mão desse relacionamento, o qual, ela o considerava, porque não a cegava....É o que é! Talvez, pelas suas experiências, Sofia já tinha conhecimento de seu limite, pelo menos da sua parte.

....E como diz a gloriosa Glória " depois que passa dos trinta, não dá mais para pirar na batatinha!"




Biografia:
Sou Carolina e escrevo, pois isso faz bem para minha mente e alma. Tenho um blog , seu endereço é entendacomoquisercarolcortez.blogspot.com e mail:cmscortezmi@gmail.com abç
Número de vezes que este texto foi lido: 400


Outros títulos do mesmo autor

Contos Rafaela Carolina Cortez
Artigos "Fome de que?!" Carolina Cortez
Contos Neide Carolina Cortez
Artigos Desmamar Carolina Cortez
Artigos Talvez Carolina Cortez
Contos Laercio Carolina Cortez
Artigos A epidemia do tem que.... Carolina Cortez
Contos Do que você se arrepende? Carolina Cortez
Frases disco Carolina Cortez
Contos A Maluquete Carolina Cortez

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 48.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68367 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55700 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44392 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44118 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43745 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42501 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42080 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41348 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41268 Visitas
Amores! - 39760 Visitas

Páginas: Próxima Última