Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Qual é o limite do amor?!
Carolina Cortez

Ela era encantada com a vida que tinha.

Porém, Sofia vivia uma vida irreal, ou seja,

a de uma jovem que deveria chamar se Alice.

Não havia experimentado os dissabores mundanos.

Sua felicidade era tão ilusória a tal ponto de seus pais

a considerarem uma alienada.

Foi então, que os anos começaram a desenvolvê la.

Foi aí que Sofia começou a conhecer a escuridão.

Foi preciso tapas, tapas e mais tapas para acordá la desse delírio.

A moça relutou tanto que até em sanatório foi parar.

Mas, foi lá que encontrou a sua força interior passando a encarar de frente a realidade.

Apesar de todas as mazelas, Sofia não apagou sua luz interior.

...Tanto que em seu coração teve até um espaço para um real amor,

amor de realidade, e não aqueles infantis e platônicos que outrora sentira.

A pedra de seu sapato era a tal da morte.

Mas, depois que uma pessoa, a qual ela amava se foi desta para melhor, a garota não tinha mais medo de nada,

...até chegou a desejá la.

Mas nada que a deixasse tão valente!

Mas sim, somente com juízo para resolver coisas do cotidiano.

Porém, o que Sofia mais temia era a solidão, a qual, às vezes era prazerosa, noutras, tediosa!

Na verdade, ela tinha aversão ao tédio!

Por isso, ao conhecer o seu marido, passou a dar bastante valor em seu relacionamento,

o qual, de início, era sem nomenclatura, porém, com o passar do tempo, foi tomando diversas formas.

...Até a forma de tédio, o que era tudo que Sofia não gostava, mas ela sentia que valia à pena viver este amor.

No entanto, um dia desses, a moça estava vendo uma reportagem na TV em que falava sobre caverna submersa.

Foi então que ela se questionou " será que eu teria coragem de ir tão longe assim para salvá lo?!

...e ele, será que faria o mesmo por mim?!

O que se perguntam é " qual é o limite do humor?"....e ela lançou " qual é o limite do amor, pelo menos do dela e do dele?!"

Mas, pelo menos foi por isso que ela nunca abriu mão desse relacionamento, o qual, ela o considerava, porque não a cegava....É o que é! Talvez, pelas suas experiências, Sofia já tinha conhecimento de seu limite, pelo menos da sua parte.

....E como diz a gloriosa Glória " depois que passa dos trinta, não dá mais para pirar na batatinha!"




Biografia:
Sou Carolina e escrevo, pois isso faz bem para minha mente e alma. Tenho um blog , seu endereço é entendacomoquisercarolcortez.blogspot.com e mail:cmscortezmi@gmail.com abç
Número de vezes que este texto foi lido: 130


Outros títulos do mesmo autor

Contos Liberdade vem à cavalo! Carolina Cortez
Frases Proporção Carolina Cortez
Contos O abajur bege Carolina Cortez
Contos Tico Carolina Cortez
Artigos Triste, né?! Carolina Cortez
Contos Miau! Carolina Cortez
Artigos Alicelândia Carolina Cortez
Contos Qual é o limite do amor?! Carolina Cortez
Contos Ellen Carolina Cortez
Artigos Que Natal! Carolina Cortez

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 27.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 62435 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53898 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42880 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39937 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 39616 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 37791 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36951 Visitas
Amores! - 34994 Visitas
Desabafo - 34538 Visitas
Faça alguém feliz - 32955 Visitas

Páginas: Próxima Última