Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A descoberta da Terra
DIRCEU DETROZ

Num momento em que instigados por ideologias a seita dos que negam a ciência tem ganho milhares de novos adeptos. Em que assistimos os terraplanistas saírem das suas cavernas primitivas e se incorporarem a esta seita, se comemora os 500 anos do início da expedição do navegador português Fernando de Magalhães.

A viagem de Fernando Magalhães é considerada um dos maiores acontecimentos da humanidade. Alguns historiadores dizem ser maior do que a chegada do homem à Lua. Magalhães não apenas contornou o planeta por mar pela primeira vez. Mais do que provar ser redonda, o português teria feito a “descoberta da Terra”.

Para nós que hoje usamos o GPS até para ir a próxima esquina, é impossível imaginar a coragem daqueles homens aventureiros. Eles não viajavam em modernos e confortáveis transatlânticos. Enfrentavam tempestades, fome, sede, calor, frio e doenças. Havia naufrágios batalhas e motins. A punição aos rebeldes era o esquartejamento.

O jornal A Folha de São Paulo do domingo passado trouxe uma excelente reportagem sobre a viagem de Fernando Magalhães. Diria ser bem mais do que uma reportagem jornalística. É uma autêntica aula tanto de história quanto de geografia. Dessas que os livros escolares não se propõem a contar. Então, vale a pena procurá-la e lê-la

A frota de Fernando Magalhães composta por cinco naus e 243 homens partiu da Espanha em 20 de setembro de 1519. Dois dias após o Natal daquele ano chegou na costa do Rio de Janeiro. Negociando com os indígenas, compraram carne de anta e um fruto de sabor doce. Seria mais tarde batizado de abacaxi.

Em junho de 1520 a nau Santiago naufragou. Em outubro mesmo ano, a nau San Antônio deserta e retorna à Espanha. Ao se depararem com um mar calmo batizam o mesmo de Oceano Pacífico. Em 27 de abril de 1521 Fernando Magalhães é morto numa batalha. Juan Sebastian Elcano assume o comando da frota. Com a tripulação reduzida a nau Concepción é queimada.

Se Fernando Magalhães não tivesse morrido, possivelmente a frota teria retornado. Então coube a Elcano que seguiu adiante a glória final da volta ao mundo. Após chegar com duas naus nas ilhas Molucas em dezembro de 1521, só uma estava em condições de seguir viagem.

Em 6 de setembro de 1522, a nau Victória com o casco perfurado e apenas 18 homens com ferimentos mal curados e magros chegou à Espanha. Desembarcado suplicaram por velas de cera. Queriam acendê-las nas igrejas agradecendo aos céus pelo retorno.

O feito de Fernando Magalhães e Juan Sebastian Elcano continua inspirando o navegador Amyr Klink: “É absolutamente extraordinário o que eles fizeram”.


Biografia:
Sou catarinense, natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 288


Outros títulos do mesmo autor

Poesias ACASO DIRCEU DETROZ
Crônicas As baleias e o aquecimento global DIRCEU DETROZ
Crônicas As outras pessoas DIRCEU DETROZ
Crônicas O jogo nas sombras DIRCEU DETROZ
Poesias ENREDO DIRCEU DETROZ
Crônicas A tecnologia da seita ao céu DIRCEU DETROZ
Poesias SEM TALVEZ DIRCEU DETROZ
Crônicas Nossas cabeças-duras DIRCEU DETROZ
Crônicas A vez do ciclone DIRCEU DETROZ
Crônicas Bonecas de porcelana DIRCEU DETROZ

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 1000.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66726 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55334 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43822 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 43577 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43460 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 41020 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41012 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 40297 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39490 Visitas
Lamento - FERNANDO 39388 Visitas

Páginas: Próxima Última