Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O SNIPER
BENEDITO JOSÉ CARDOSO



Daria sem dúvida nenhuma uma bela história policial, cheia de ações e um grande enredo de dar inveja a grandes cineastas. “Galo Branco”, por que não? O texto do filme!… a viagem corria tranquila, normalmente, como tantas pela via movimentada da Ponte Rio/Niterói que interliga a cidade de Niterói à cidade do Rio de Janeiro. Na penumbra do ambiente refrigerado, todos ali indefesos, acomodados em suas aconchegantes poltronas, ainda dormiam. Em dado momento, um alucinado, o predador, rendia o motorista do “galo branco” e seus 37 passageiros acuados, ovelhas, entregues à própria sorte. A partir daquele momento viveriam momentos de extremas expectativas, angustias…. Violências, torturas psicológicas,hostilidades praticadas pelo lobo mau ao qual não poderiam de forma alguma subestimar a sua reação. Reféns daquela vítima da sociedade, todos ali estáticos, viam-se por longas horas à repetição do 174, com o clarear do dia, naquele belo nascer do sol, na manhã de terça-feira, 20 de agosto de 2019, por longas horas de uma viagem interrompida. Lá fora as grandes mídias televisivas e todo um aparato policial que se formou naquele cenário espetacular ao ar livre à espera do momento certo para a cena final… Sobre a colina, à vista de uma grande platéia de expectadores, postado estava o grande cão pastor, o sniper, protetor das ovelhas, esperando cautelosamente, observando pacientemente na mira de seu eficiente e reluzente fuzil, alça e massa, na visada perfeita, o primeiro deslize daquele insano, para o ataque consciente e voraz, o desfecho final.


Biografia:
"As obras do artista só têm valor, quando consegue atingir a sensibilidade daqueles que entendem"
Número de vezes que este texto foi lido: 259


Outros títulos do mesmo autor

Poesias MAR DE FÉ II BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias MAR DE FÉ BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias O LIVRO DA VIDA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias O pitipipiti.. BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas O TORÓ DA TARDE BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias Senhora de Nazaré BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel Euterpe oleracea BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias O CAMINHO DA POESIA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas Era uma vez…. BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias BOTA PRETA BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 118.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 53801 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52817 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39162 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33836 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33233 Visitas
Amores! - 32574 Visitas
Desabafo - 32206 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31567 Visitas
Faça alguém feliz - 31125 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30909 Visitas

Páginas: Próxima Última