Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Sol vermelho
Matilde Diesel Borille

Para florir no inverno,
plantei numa noite de outono,
um sol vermelho - em brasa.
Eu precisava do fogo.
Só as folhas, em fim de tudo
mais de ouro que de prata,
ao meu redor se ajuntavam,
a servir-me, porque viram,
por olhares e por acenos,
que o mesmo largo vento
que lhes tirou as alturas,
do templo de minh'alma
arrebatou as vestiduras.
Não o culpo, nem ele a mim.
Porque fomos, somos e seremos
- sempre - os dois, sujeitos
Àquele a quem tudo está sujeito.


Biografia:

Este texto é administrado por: MATILDE DIESEL BORILLE
Número de vezes que este texto foi lido: 187


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Migalhas de doçura Matilde Diesel Borille
Poesias Inevitável Matilde Diesel Borille
Poesias Se Matilde Diesel Borille
Poesias O beijo Matilde Diesel Borille
Poesias Toque divino Matilde Diesel Borille
Poesias Ao som de cantilenas Matilde Diesel Borille
Poesias Pequena flor Matilde Diesel Borille
Poesias Silêncio bonito Matilde Diesel Borille
Poesias Sol vermelho Matilde Diesel Borille
Poesias Lírio d'água Matilde Diesel Borille

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 49.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 55337 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 52844 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39189 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34016 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 33263 Visitas
Amores! - 32664 Visitas
Desabafo - 32288 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31596 Visitas
Faça alguém feliz - 31186 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 31033 Visitas

Páginas: Próxima Última