Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O Andarilho
BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Certo dia,no terminal rodoviário de Belém, estando eu a viajar ao interior.   Deparei-me com um senhor que estava deitado em um dos bancos daquele lugar, uma mochila velha, sob a cabeça, lhe servira de travesseiro.Chegara eu adiantado para a viagem. Resolvi sentar-me ao lado daquele senhor, quando o despertei do sono tranquilo.Conhecendo-o então aquele senhor; nos apresentamos e conversando, descobri que aquele era um andarilho, e passou-me a contar sua longa aventura de estrada que em prosa e versos ei-la de transformar.
_Sou João Malaquias, filho de Zeferina e de seu João Adamastor. Criado no roçado do sertão da Parnaíba, exímio lavrador das brenhas secas do interior, do pacato Nordeste. Pai de Paulo Malaquias e Zeferina Malaquias…que um dia decidiram abandonar o arado, estudar na capital e se tornar doutor, para não mais voltar. Venho da Caatinga nordestina, lugar de homens bons de coração. Minhas mãos tão calejadas, são horas trabalhadas, arando a terra seca para plantar. Lutador e sonhador de pés no chão. Sou João Malaquias sim senhor. . Minha história começa com a perda de minha amada esposa, companheira, namorada, a única lembrança que me acompanha e que me faz pela estrada seguir e andar. Certo dia, já cansado daquela vida de sofredor, resolvi sair, me aventurar por ai.Conhecer novos horizontes, agarrado a esta velha mochila desgastada que me acompanha desde então por esta longa estrada.Peguei algumas economias que tinha e pude trazer, seguindo pela estrada empoeirada, fugindo da melancolia e da seca que matava e se alastrava com cheiro de morte sem parar. Resolvi viajar por este chão de terras brasileiras, país afora, conhecendo lugares e hospedarias. Atarantado do juizo, sem planejar, por longa estrada resolvi caminhar, deixando para trás a calmaria e a saudade daquele lugar .Sou um velho andarilho, aventureiro, conhecedor de vários lugares. Caminhando sob chuva e sob sol, e como destino, cheguei aqui em Belém do Pará.. me encantei com o que tudo o que vi. Do jeitinho paraense, tão diferente do meu nordeste.Das ervas, dos cheiros, senti bem de pertinho todo o aconchego, bem característico do povo de cá . Da maniçoba, tucupi,tacacá, açaí…., pouca coisa eu sabia , mas resolvi deles provar. Encantei-me com a cultura,culinária, com a beleza amazônica, senti que a natureza fora generosa por cá; fazia falta por lá. Muita água em abundância a minha frente, meio matuto, com um olhar diferente , não consegui me controlar. Muita fartura, muito peixe…., vindo lá do nordeste para o norte do Brasil, na capital do Pará, fez este velho João Malaquias, matuto, repensar. A saudade da calmaria que deixei para trás, começou a falar mais alto, fazendo este velho andarilho pra sua terra hoje voltar.Contar tudo o que vi neste grande Pará. O carimbó,festa de aparelhagem,o brega….cultura diversificada……. E o clima de alegria...chuva tem todos os dias.. fazendo este matuto repensar… quem dera meu Deus um dia, meu Nordeste fosse o Pará. E assim, chegara a hora deste andarilho também viajar..




Biografia:
"As obras do artista só têm valor, quando consegue atingir a sensibilidade daqueles que entendem"
Número de vezes que este texto foi lido: 28591


Outros títulos do mesmo autor

Cordel Euterpe oleracea BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias O CAMINHO DA POESIA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas Era uma vez…. BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias BOTA PRETA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias ALVORECER BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias A-RÃ-RANHA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias SUPERAÇÃO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas O SNIPER BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas HISTÓRIA DE CRIANÇA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias “MÃE DA TERRA” BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 112.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48796 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39048 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33226 Visitas
Amores! - 32088 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32072 Visitas
Desabafo - 31712 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31424 Visitas
Faça alguém feliz - 30808 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30804 Visitas
Vivo com.. - 30462 Visitas

Páginas: Próxima Última