Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Conjuração Lunar - parte 4
Caliel Alves dos Santos

Resumo:
O homem chega a Luna e começa sua investigação sobre a conjuração sobre Luna.

Depois de fechar a torneira da pia, ele se olhou no espelho, a barba por fazer tinha dado lugar a um queixo duplo. Ele girou a aliança de ouro no dedo esquerdo. Na pia, um esto-jo com lentes de contato estava aberto. Olhando fixamente no espelho, ele piscou repe-tidamente. O cabelo curto bem rente, dava a sensação de que era careca, mas seu cabelo era crespo e cheio na realidade. No ombro a tatuagem denunciava seu passado, fuzileiro naval. Agora era agente da Unidade Tática Especial anexada as Forças de Paz da ONU, seu objetivo ali era matar o líder da Conjuração Lunar, Leopold von Cristophe, conheci-do pelo epíteto de Grande Líder, e o patrono daquela revolta, ainda com identidade ignorada.
    O ambiente era hostil, o agente infiltrado havia sido pego, e provavelmente havia de-nunciado a missão de execução, pois seu biossinalizador deixara de emitir qualquer fre-quência. Ali em Luna, ele estava só. Nenhuma comunicação li-fi seria possível com a central da UTE, pois o Esquadrão Cybertático não havia conseguido criar uma conexão ou dispositivo que possibilitasse uma comunicação segura com o QG que não fosse pega pelo poderoso sistema de comunicação lunar.
     Toc-toc, bateram à porta do quarto. Rapidamente o agente foi até a beira da cama e sacou uma pistola .50AE. Deslizando pelo quarto com os pés descalços ele foi até a por-ta, pelo olho-mágico ele viu apenas um jovem indiano com uniforme do hotel e com um carrinho trazendo um jantar. De modo sorridente, o jovem pedia permissão para entrar com um sotaque arrastado.
    Acalme-se Tobias... é apenas um funcionário do hotel, pensou o agente.
    — Sr. Rodriguez, serviço de quarto hã, estou a trazer o jantar.
    Tobias pousou a pistola no quadril, entre a cueca e sua calça, depois abriu a porta, sem se desprender de sua arma. O rapaz entrou, e foi trazendo o carrinho até a beira da cama.
    — O que temos para o jantar? — perguntou o agente ficou mais confortável.
    — Hoje é um prato especial Sr. Rodriguez — disse o funcionário destampando a tra-vessa de aço inox —, espião picadinho.
    A facada foi mais rápida que o disparo. A lâmina ficara cravada no seu antebraço di-reito. A pistola caiu no chão e deslizou para longe. A porta fechada impossibilitou qual-quer pedido de ajuda. Servindo-se dos músculos, Tobias entrou em luta corporal com seu oponente, que se mostrou muito ágil. A dor no braço latejava, o sangue vertia pelo chão. Os golpes trocados o colocavam numa situação de extremo perigo.
    Um soco desferido pelo indiano passou raspando pelo seu cotovelo, essa foi a deixa. Aproveitando-se da guarda baixa do outro, Tobias dobrou o braço do adversário e var-reu o as pernas dele. Ambos desabaram. O assassino tentou pegar a faca e retirá-la do braço do militar, mas com um sossega-leão bem aplicado, em poucos segundos o outro dormia.


Biografia:
Comecou a escrever depois de um concurso em sala de aula. Dois anos depois ele publicou seu primeiro livro.
Número de vezes que este texto foi lido: 28558


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas Eternas aventuras de meninos Caliel Alves dos Santos
Resenhas A nova onda cyberpunk Caliel Alves dos Santos
Resenhas Costurando as lembranças de uma vida Caliel Alves dos Santos
Resenhas Um pequeno livro de grandes coisas Caliel Alves dos Santos
Resenhas O olho que tudo vê Caliel Alves dos Santos
Resenhas A gênese do caos Caliel Alves dos Santos
Artigos Monstro verde à espreita Caliel Alves dos Santos
Releases Uma vida Cyberlife Caliel Alves dos Santos
Releases Entrevista com Erick Alves e Nayara Nunes Caliel Alves dos Santos
Releases Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls Caliel Alves dos Santos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 76.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48741 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39039 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33198 Visitas
Amores! - 32073 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32063 Visitas
Desabafo - 31695 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31418 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30793 Visitas
Faça alguém feliz - 30790 Visitas
Vivo com.. - 30447 Visitas

Páginas: Próxima Última