Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
morte eterna
A partida de Pipoca, uma cadela, e o que ela me dizia.
Alice Silva

Olha, vê se algo não podes fazer!?
Vê, o tamanho deste meu sofrer
Sofre, também como eu as agruras da dor.
Dói em ti, que eu morra tão só?

Socorre-me, ainda que eu me vá,
Mas não vá dizendo que não me vistes chorar.
Chora, mas não de alegria,
Pois me vistes, neste eterno penar!

Peno, tremo, correndo, me escondo
Na esperança do meu medo passar,
Passo, arrastando minhas correntes
Em meio a rangir de dentes.

Espumo, e aos vermes esconjuro,
Pois deles não hei de escapar,
Ei-la:a morte, que comigo de diverte,
Dizendo-me: não podes mais ficar..

Bem verdade, há muito aqui não era meu lugar
Mas vou agora para o que a mim compete.
Espero nele, jamais te encontrar.


Biografia:
Alice Silva, 21 anos, cantar, ler e escrever, são como respirar.
Número de vezes que este texto foi lido: 28464


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Quiçá Alice Silva
Poesias O futuro da mosca Alice Silva
Haicais Concupiscência Alice Silva
Haicais Ele nela Alice Silva
Poesias Disparada Alice Silva
Poesias Ebulição Alice Silva
Poesias Inodoro Alice Silva
Poesias Encantador de Víboras Alice Silva
Poesias Cavalgada Brasiliana Alice Silva
Poesias Possibilidade Alice Silva

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 59.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
haicai - rodrigo ribeiro 29803 Visitas
The crow - The Wiki World - The Crow 29737 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29048 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28859 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28842 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28841 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28839 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28835 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28834 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28833 Visitas

Páginas: Próxima Última