Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Depois Dele
Airys Dhany

Resumo:
"depois dele não existiu mais nenhum, nunca consegui substitui-lo ou se quer amar outra pessoa como amei ele." Texto feito por mim, Airys Dhany. Espero que gostem!

Depois dele eu aprendi que as vezes não podemos subestimar o destino nem o que ele nos reserva.
Depois dele eu vi que não haveria mais ninguém, que não teria ninguém como ele.
Parece loucura mas um amor cura o outro, e ele foi minha espécie de cura, de remédio, ele me deu o amor que eu precisava sentir novamente, me deu a alegria que eu precisava sentir, me deu um sentido novo para tudo aquilo que achava ter perdido, talvez por fora eu realmente não tenha perdido nada, mas por dentro eu havia perdido muita coisa.
Devemos nos bastar e nos curar sozinhos, mas o caminho é mais longo e é mais para ser percorrido, e quando ele apareceu foi um empurrão que eu precisava ter tomado.
O modo como ele me amou me marcou apesar de não ter sido por sete, oito, vinte anos, foi por tempo, o tempo necessário.
Apesar dele ter ido foi um sentimento tão bom e genuíno que não consigo ficar triste com a ida, já me sinto feliz por que sei que terá volta, quando temos certeza do amor temos a certeza que podemos ficar tranqüilos e simplesmente esperar.
Por bastante tempo eu andei com um ponto de interrogação, eu sentia falta de tantas coisas, tantos momentos, de tantas outras pessoas e depois dele eu não lembrei de mais nada que me trazia saudade ou me fazia falta, ele foi meu remédio, minha dose especial da cura, ele me curou e quando podemos dizer isso é porque essa pessoa é muito mais do que um alguém.
Ainda me lembro do seu gosto musical, de como eu o fiz gostar de Konai, e do jeito que eu fiz a música Infinito levar recordações de mim para ele, como poderia me esquecer de como Electric me lembra ele, acho que na verdade, agora tudo me lembra ele.
Lembro de como ele entrava de noite apenas para falar comigo até ficarmos tão cansados de não conseguirmos mais digitar.
Lembro-me de quando ele passava mal e eu cuidava mesmo de longe, do jeito como ele falava sobre capoeira comigo como algo que ele sempre amou.
Lembro de quando nós fazíamos planos, de quando falávamos até mesmo de como gostamos de Naruto.
Lembro de quando eu o vi, do modo como nos abraçamos e do modo como eu sabia que o amava, eu o queria não só naquele momento como em todos os outros, mas as vezes não é a hora.
Lembro de quando todos me diziam que ele não era bom para mim, mas lembro de ama-lo mesmo assim, amando cada perfeição e principalmente amando cada imperfeição.
A parte mais linda de lembrar era de lembrar dele, lembrar dele era minha melhor lembrança, lembrança que nunca vai ser apagada em mim.
Depois dele eu soube o que era a cura, eu soube o que é subestimar meu amor por outra pessoa sentir que cada vez eu estava amando mais.
Parece estranho dizer que um amor cura o outro mas na verdade o outro amor só nos mostra que nem sempre o que pensamos ser infinito é.
Depois dele eu aprendi a esperar e confiar, ser feliz com o que o mundo nos dá, depois de ama-lo me sinto feliz, me sinto grata por não ter dado certo antes.


Biografia:
Aqui são meus textos e queria mostra-los para o mundo, cartas, contos eróticos, romance.
Número de vezes que este texto foi lido: 28539


Outros títulos do mesmo autor

Cartas Borboletas No Estômago Airys Dhany
Cartas Você Mesma Airys Dhany
Cartas Nossos Traços Airys Dhany
Contos Toque Airys Dhany
Cartas Nossa Lua Airys Dhany
Cartas Depois Dele Airys Dhany
Contos Azul Florescente Airys Dhany


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48507 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39004 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 32953 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32022 Visitas
Amores! - 31980 Visitas
Desabafo - 31595 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31387 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30764 Visitas
Faça alguém feliz - 30733 Visitas
Vivo com.. - 30376 Visitas

Páginas: Próxima Última