Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
AVESSO A MÁS NOTÍCIAS
Tânia Du Bois


“Nada começa, e nada acaba, / que não se pague com gemidos; / porque da dor dos outros nascemos / e da nossa morremos” (Abgar Renault)

     Sempre que há sofrimento, penso que a vida não tem sentido. Tudo acontece rapidamente e as desilusões se apresentam como resultados. Nilto Maciel costumava dizer, “...Mande notícias boas. Sou avesso a más notícias”.
     Na verdade, viver é assustador, porque percebo o mundo em detalhes e muitas vezes, temo ao olhar com cuidado, para não me perder na poeira, como os encontros que não consigo decifrar e, também, por não confiar nas pessoas que gostam de tirar proveito da minha delicada situação. Nas palavras de Silvana Amaral, “...Quem sabe chegará / Enfim o dia / No qual / A contragosto / Aceitarei / Que não sou nada // Além de mim mesmo”.
     Trata-se de uma constante em minha vida: receber más notícias. Quando menos espero, elas chegam, para ficar. Parece um ritmo continuado acima de qualquer suspeita, mito ou preconceito. O que posso dizer ou fazer? Quem sabe, continuar a criar e alimentar a imaginação, como distração.
     Envelheço entre más notícias e não me dou conta de viver o dia a dia. Meço o tempo entre o mistério da chegada da má notícia e o significado da espera; então, espio as frases livres do livro que leio e me digo satisfeita. Mas, ainda assim, preciso considerar que as páginas transcrevem uma triste história, o que me consola, como em Foed Castro Chama, “sobre as ruínas do tempo / a luz é matéria / eu movimento, / o sangue é pensamento”.
     Pessoas enfrentam na vida diferentes tragédias, passam pelo processo de autoconhecimento, o que lhes dá suporte para seguir em frente. Cada um precisa encontrar sua maneira de lidar com as más notícias, porque elas são inevitáveis. O importante é questionar quando começa a valer essa situação e se, ao lidarmos com o ruim, aprendemos a valorizar o bom, como sinal de que estamos focando em ideias e definindo procedimentos de avanços emocional, cultural e social, consensuais entre a fragilidade e a razão.
     A emoção decorre da fragilidade; costuma haver distanciamento entre o valor real da má notícia e a multiplicação dessa experiência. Cada vez mais, o desrespeito do “mau” representa fatia maior dos sentidos no medir a vida a partir dos desafios: sou avessa as más notícias.
     


Biografia:
Pedagoga. Articulista e cronista. Textos publicados em sites e blogs.Participante e colaboradora do Projeto Passo Fundo. Autora dos livros: Amantes nas Entrelinhas, O Exercício das Vozes, Autópsia do Invisível, Comércio de Ilusões, O Eco dos Objetos - cabides da memória , Arte em Movimento e Vidas Desamarradas.
Número de vezes que este texto foi lido: 28


Outros títulos do mesmo autor

Artigos MENTES BRILHANTES Tânia Du Bois
Artigos AVESSO A MÁS NOTÍCIAS Tânia Du Bois
Artigos CONVERSAR com o TEMPO Tânia Du Bois
Artigos ARTE: VOCAÇÃO E PAIXÃO Tânia Du Bois
Artigos PARCEIRA DO TEMPO Tânia Du Bois
Artigos EM PASSOS PESSOAIS Tânia Du Bois
Artigos AUTÓGRAFOS Tânia Du Bois
Artigos SEDUZIR A PRÓPRIA MORTE Tânia Du Bois
Artigos Papel & Imaginação Tânia Du Bois
Artigos A CASA Tânia Du Bois

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 324.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185341 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 163197 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 162028 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130480 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 117607 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 79768 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69668 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 64471 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 60063 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55557 Visitas

Páginas: Próxima Última