Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Eu sou rio
Daniele Alice

Eu levantei a barra de minha calça,
Eu pus meus pés sobre aquele chão molhado
E me aproximei do que me aparentava ser um rio
Mas meus olhos estavam vendados e nada encontrei
Por fim, não pude molhar meus pés.

Mas eu estava pronta para atravessar
Apenas deixar a água fluir e banhar meus cansados pés
Mas os meus olhos estavam vendados;
Vendados a ponto de ilusionar um rio.
Esse rio nunca chegou até mim

Pisei em um solo terroso e meus pés choraram
Foi uma dor profunda e inexplicável.
Meus joelhos se dobraram perante o poço vazio
E ainda assim, eu não encontrei água.

Cansada e dilacerada, preenchi o poço com minhas lágrimas
Ao fim de tudo, percebi que eu era minha própria água.
Minha venda caiu e pude olhar ao meu redor.

O sol que chegava aos meus olhos queimava minha alma
Ele ardia, mas me mostrava aquele   rio
Em um suspiro, peguei minha venda e atirei-a rio abaixo.

Percebi, por fim, que eu era o rio.
Nunca mais esquecerei que eu sou minha própria água.
Repleta de mim, nunca mais sentirei sede de você.

Número de vezes que este texto foi lido: 27642


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Afrodite, deusa do meu coração Daniele Alice
Poesias Rascunho Daniele Alice
Poesias Eu sou rio Daniele Alice
Poesias Paredes Daniele Alice


Publicações de número 1 até 4 de um total de 4.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 29111 Visitas
Um céu de estrelas - Angelita Penalva 27858 Visitas
Gratidão a um amor verdadeiro - Paulo Vieira da Silva 27833 Visitas
Amores! - 27804 Visitas
Desabafo - 27798 Visitas
Vida de perro: el rimbaldiano "caso Udonge" - udonge 27791 Visitas
Pra Mim, Fui Eu - Carlos Artur Paulon 27789 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 27754 Visitas
O Eterno Retorno - Angelita Penalva 27747 Visitas
Sentença poética - Jhonata Antonio 27743 Visitas

Páginas: Próxima Última