Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
AUTÓGRAFOS
Tânia Du Bois



“... Preto / no branco / pretexto / as linhas meditam / Me ditam e assinam..” (Max Martins)

     Estava lembrando como os escritores e leitores, na sessão de autógrafos, se reconhecem; há lealdade, liberdade e apoio entre eles. É um processo específico, porque ambos procuram e acreditam na cultura, na criatividade e na emoção ao pegarem o livro nas mãos. Como demonstra Pedro Du Bois, no conto Autógrafo, “Livros usados. Sebo. Carinhosa forma como entendemos ficarem os livros após o primeiro manuseio. Sebos. Lustrosos da gordura e do suor desprendidos das nossas mãos e dedos. O hábito de molhar o dedo na língua para virarmos as folhas. Hábitos salutares de leitura...”.
     O autógrafo é maneira privilegiada de estabelecer conexão com o autor / obra / leitor. Com isso, o desejo voluntário de se adaptar a novas escritas, ideias e tempos. É através das novidades que se adotam novas atitudes onde há liberdade e possibilidades de existência, na representação do nosso conhecimento e sabedoria.
     Acredito que nos encaminhamos para sermos “pessoas universais”, pois, ingressamos nas áreas tradicionais e históricas como conceito, ao percebemos o poder do enriquecimento cultural.
     Pedro Correa do Lago é colecionador de autógrafos desde os 13 anos. Também é rato de sebo e leilões, também, autor do livro Documentos Autógrafos Brasileiros na Coleção Pedro Correa Lago. A obra apresenta pequena amostra da sua coleção, sendo tida como a maior do gênero no Brasil. Ele gosta de ter o autógrafo, como se nele estivesse um pedaço do autor; senti-lo ao passar a mão e pousar os olhos onde estão as palavras de alguém importante, ou de quem já morreu; valorizando o papel autografado, sente que invade outra vida e outro tempo.
     Colecionadores são chamados de caçadores de autógrafos, pois perseguem o critério de raridade na obra colecionada. Quanto mais rara, mais valiosa. Outra característica do colecionador é que, para ele, o documento autografado é um manuscrito. Não precisa necessariamente ter assinatura, também podem ser correções e hesitações dos autores, como: riscos, flechas alterando o parágrafo; palavras escritas para modificar o texto; o mais importante é a obra como documento. A importância do colecionador é que ele está sempre atento para que não caia no esquecimento e no lixo o papel “velho”.
     O autógrafo é forma de arte, que está na folha de rosto do livro, como principal nota do autor; é história fascinante e magicamente sedutora. Simbolicamente, leva o leitor a vivenciar o possível na vida do escritor e na sua obra; há troca temporária de identidade, onde o leitor pode construir um mundo imaginário, como grande desafio de sua vida. Segundo Max Martins, “O livro nos lê... torna a palavra visível...Só o leitor é real...O poeta dá à obra o seu nome. O leitor, a sua imagem.”


Biografia:
Pedagoga. Articulista e cronista. Textos publicados em sites e blogs.Participante e colaboradora do Projeto Passo Fundo. Autora dos livros: Amantes nas Entrelinhas, O Exercício das Vozes, Autópsia do Invisível, Comércio de Ilusões, O Eco dos Objetos - cabides da memória , Arte em Movimento e Vidas Desamarradas.
Número de vezes que este texto foi lido: 443


Outros títulos do mesmo autor

Artigos ATRÁS DA NOITE Tânia Du Bois
Artigos OPINIÃO:PÚBLICA ou PUBLICADA Tânia Du Bois
Artigos MENTES BRILHANTES Tânia Du Bois
Artigos AVESSO A MÁS NOTÍCIAS Tânia Du Bois
Artigos CONVERSAR com o TEMPO Tânia Du Bois
Artigos ARTE: VOCAÇÃO E PAIXÃO Tânia Du Bois
Artigos PARCEIRA DO TEMPO Tânia Du Bois
Artigos EM PASSOS PESSOAIS Tânia Du Bois
Artigos AUTÓGRAFOS Tânia Du Bois
Artigos SEDUZIR A PRÓPRIA MORTE Tânia Du Bois

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 326.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185495 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 163633 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 163545 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130642 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 117720 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 80734 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69805 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 64837 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 60303 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55735 Visitas

Páginas: Próxima Última