Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PASSATEMPO - A.M FOSSATTI
Texto registrado na Biblioteca Nacional
Augusto Moura Fossatti

Anda tempo passa,
Passatempo passa!
Tempo passa lento,
Passa o passatempo.

Tempo, tempo, tempo,
Meu tempo passa, e
Passa o meu tempo,
Como um passatempo.

Tudo é passatempo,
Queremos passar o tempo,
Inventamos passatempos,
E indagamos: passa o tempo?

Reclamamos: passa o tempo!
Passatempo violento!
Falar faz passar o tempo,
Reclamar é passatempo!

- Augusto Fossatti


Biografia:
ACESSE: www.tordosazuis.com para mais!!! Augusto Fossatti tem 22 anos e vive em São Paulo, SP, cidade onde nasceu, cresceu e passou a maior parte de sua vida. Filho de um representante comercial e de uma professora formada pelo antigo sistema do Magistério (e posteriormente graduada em Pedagogia), aprendeu a ler entre os quatro e cinco anos de idade, dando início assim a suas aventuras pelos livros e quase que de imediato as suas primeiras criações literárias. Altamente interessado por textos complexos, aproximou-se mais da filosofia e dos grandes clássicos poéticos como "A Divina Comédia" e "Ilíada" do que dos best-sellers populares, ainda que precise admitir uma queda pelas séries Harry Potter e Sherlock Holmes. Amante da filosofia, leu seu primeiro texto filosófico aos treze anos, "Discurso Sobre a Origem da Desigualdade Entre os Homens", de J.J Rousseau, e desde então nunca mais parou de consumir este tipo de literatura, indo de Platão a Kant, Schopenhauer e Nietzsche. Atualmente leciona música em um projeto social para crianças carentes, e no Espaço Dançarte fundado por sua irmã, Amanda Fossatti, na Zona Norte de São Paulo. Música foi matéria que assim como a literatura, sempre esteve presente em sua vida. Aprendeu a tocar violão com cinco anos, participou do Projeto Guri e posteriormente estudou na Escola Municipal de Música de São Paulo. Seu estilo literário preferido para a escrita tem sido a poesia desde a metade da adolescência quando passou por conturbações emocionais e psicológicas. O motivo da escolha foi a liberdade de expressão sentimental que o verso proporciona, assim como as grandes possibilidades de invadir tanto a metafísica quanto o profundo metaforismo para descrever a realidade.
Número de vezes que este texto foi lido: 28


Outros títulos do mesmo autor

Poesias PASSATEMPO - A.M FOSSATTI Augusto Moura Fossatti
Poesias VIVER É VIVER - A.M FOSSATTI Augusto Moura Fossatti
Poesias O SABOR DO SEU BEIJO - A.M FOSSATTI Augusto Moura Fossatti
Poesias TEU PERFUME - A.M FOSSATTI Augusto Moura Fossatti
Poesias LEIA - A.M FOSSATTI Augusto Moura Fossatti


Publicações de número 1 até 5 de um total de 5.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184151 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157416 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157411 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129506 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 75603 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 70107 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68802 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 61894 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 58734 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54556 Visitas

Páginas: Próxima Última