Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Fantoches Cidadãos
Bia Nahas

Resumo:
Um poema sobre o bullying e o racismo.

As crianças pedem ansiosas pra começar
O teatro de fantoches que vem alegrar e ensinar.
Os atores estão prontos com alegria
para contar uma historia bem significativa.

As cortinas se abrem
E os personagens se interagem
Como se fosse a realidade
da sociedade
por causa dos personagens estarem sendo controlados
assim como os cidadãos manipulados.

João foi o primeiro fantoche que no palco apareceu.
João entrou numa nova escola, que não muito bem o recebeu.
Por ser negro, ele sofre pelo racismo.
Daí, começou a passar por um conflito,
Pois tinha raiva de sua identidade
Pelas crianças, os outros fantoches, não aceitarem sua realidade.

Agressões, exclusões,
Xingamentos e exageros
Deixaram João em lamentos
acreditando ser um inferior sujeito
E que as crianças da cidade eram as mais corretas
Por serem brancas, cultas, ricas,
magras, loiras, extrovertidas,
saudáveis e espertas.

O João e nem outra criança sabia
Que atores atrás das cortinas dirigiam suas vidas
nas suas falas e movimentos
Por fantoches e um roteiro
Fazendo o bullying ou o aceitando
ao reproduzirem sem ficarem questionando
um discurso selecionador
que defende o padrão social de beleza opressor.

Se quer deixar de ser um mero fantoche,
Ignore e banalise esse social molde!
Aceite a diversidade
Porque, na realidade,
a beleza é natural em toda a humanidade.


Biografia:
Oi, gente! Meu nome é beatriz nahas.Tenho 20 anos. Sou de São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. ´E só me pedir por email que será um prazer fazê-la. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 310


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Querida "Amiga" Mascarada Bia Nahas
Poesias Vinho da Solidão Bia Nahas
Poesias Respeitosas Tardes de Verão Bia Nahas
Poesias Amor Atemporal Bia Nahas
Poesias Graciosa Mulher Bia Nahas
Poesias Cão Amigo Bia Nahas
Poesias Rebeldia da Cavalaria Bia Nahas
Poesias Ilha da Perseverança Bia Nahas
Poesias Perdão de Coração Bia Nahas
Poesias Comum Fidalgo Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 106.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185123 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 163019 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 160696 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130299 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 117429 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 76516 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69508 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 63917 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 59833 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55368 Visitas

Páginas: Próxima Última