Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Exclusão
Excluído
Eduardo Henrique Bellucco de Campos

Resumo:
Como começar? Se este já é o comeco? Mas, porque não se importar? Afinal, quem se importa? Se tudo nessa vida não se vale o perdão Aonde só há castigos Onde só há solidão Cercado por todos os lados Inimigos se fazem de amigos Nem família ou a vida Se tem por destreza Cada mão dada a outra Se faz grande coisa Mas se fica de fora Tão grande parece Que se torna inalcansavel Imparcialidades O mundo é mundo Desde que o mundo é mundo E as histórias contadas E vividas sempre pelos mesmos Sempre de mãos dadas Se não foram os mesmos Que ataram muitas mãos Calaram muitas vozes Suprimiram muitos julgamentos Jogaram ao léu quem foi amigo.

Número de vezes que este texto foi lido: 112


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Exclusão Eduardo Henrique Bellucco de Campos


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184351 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157922 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157727 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129656 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 91607 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 71578 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68925 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 62277 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 59011 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54707 Visitas

Páginas: Próxima Última