Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
E o coração se distancia, de acordo
Sergio Ricardo Costa




Com mais antigo (da saudade)
Campo a esperar a persistência cega
Ao tardiamente cintilarem astros.

Ama também a expressão da vida,
Que amou do mundo e continua só,
Honrando a quem nem sonhou ser quem ama
— A sua própria razão muitas vezes.

Se aviltante no passado,
Agora é uma dádiva abrir os olhos
E o coração sempre vir ser assim,
O seu senhor
Sem vestimenta.

E finge, por mais que isso, o total acerto
Que poderá multiplicar-lhe o ser.


Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 477


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Nem sei que o mundo Sergio Ricardo Costa
Poesias A aproximar-se se desfaz Sergio Ricardo Costa
Poesias É como dor que a flor cresce Sergio Ricardo Costa
Poesias A cor do eu acordou em mim Sergio Ricardo Costa
Poesias O infinito eu Sergio Ricardo Costa
Poesias Na alma Sergio Ricardo Costa
Poesias A alma Sergio Ricardo Costa
Poesias Insulta o que pode Sergio Ricardo Costa
Poesias Rua e a sua rua livre Sergio Ricardo Costa
Poesias Como ser Sergio Ricardo Costa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 202.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184327 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157752 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157706 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129638 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 91587 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 71468 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68913 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 62225 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 58985 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54691 Visitas

Páginas: Próxima Última