Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Um Nada
Bia Nahas

Homens em brasa aos gritos.
Homens de farda aos tiros.
Um mar de mortos em um silencioso gemido.
A todo momento, eu poderia ser morto ou um inimigo.
Há grande perigo de compor esse mar de sangue
pela tempestade de bombas e tiros a qualquer instante.

Por honra e compromisso à pátria, o sacrifício.
Por não querer me sentir um covarde, enfrento meu destino
Transformando a arma na minha amante
Para defender tudo o que não quero perder de importante
E para lutar por um mundo melhor num futuro distante.

Oh, Não!! O meu tempo acabou!
Tão rapidamente uma bala em meu peito se instalou.
Ainda agora, sinto minhas mãos pesadas com todo o sangue que derramei
E me pergunto: Cadê o mundo melhor pelo qual lutei?
Como ter paz através da guerra?
Como ter paz através de tantos oceanos de sangue em diferentes épocas?

Para eu descansar em paz sentindo o fluxo das águas
Que, com o tempo, cicatrizará todas as minhas mágoas,
peço para os governantes lembrarem do meu sacrifício
e buscarem encontrar saídas mais civilizadas para os seus conflitos.

Só assim, teremos um mundo melhor
com mais compaixão à alheia dor.
Só assim, deixarei de ser um nada
que apodreceu num campo de batalha.

Comentário: Esse poema vai virar um pequena curta-metragem. Espero que esteja bom à altura. Por tanto, aceito sugestões, elogios e críticas construtivas.




Biografia:
Oi, gente! Meu nome é beatriz nahas.Tenho 20 anos. Sou de São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal ou filosófica ou procuro entender algum sentimento frequente ou imagino alguma situação. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com. Visite meus blogs: Um somente com poesias www.rumoaminhamente.blogspot.com.br e outro com textos ningueeemesegura.blogspot.com.br! Muita paz para todos.
Número de vezes que este texto foi lido: 213


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Entre Lençóis Bia Nahas
Poesias Prisão da Vergonha Bia Nahas
Poesias Tudo bem? Bia Nahas
Poesias Indústria do Lixo Bia Nahas
Poesias Ser Universitário Bia Nahas
Poesias Labirinto da Agonia Bia Nahas
Poesias Patinando com Jason Brown Bia Nahas
Poesias Um Objeto Sexual Bia Nahas
Poesias Horizonte de Luz Bia Nahas
Poesias Visita de uma Fada Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 66.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 183199 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 152327 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 151608 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128642 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67654 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 66390 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 59820 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 59718 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57849 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53807 Visitas

Páginas: Próxima Última