Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Um Nada
Bia Nahas

Homens em brasa aos gritos.
Homens de farda aos tiros.
Um mar de mortos em um silencioso gemido.
A todo momento, eu poderia ser morto ou um inimigo.
Há grande perigo de compor esse mar de sangue
pela tempestade de bombas e tiros a qualquer instante.

Por honra e compromisso à pátria, o sacrifício.
Por não querer me sentir um covarde, enfrento meu destino
Transformando a arma na minha amante
Para defender tudo o que não quero perder de importante
E para lutar por um mundo melhor num futuro distante.

Oh, Não!! O meu tempo acabou!
Tão rapidamente uma bala em meu peito se instalou.
Ainda agora, sinto minhas mãos pesadas com todo o sangue que derramei
E me pergunto: Cadê o mundo melhor pelo qual lutei?
Como ter paz através da guerra?
Como ter paz através de tantos oceanos de sangue em diferentes épocas?

Para eu descansar em paz sentindo o fluxo das águas
Que, com o tempo, cicatrizará todas as minhas mágoas,
peço para os governantes lembrarem do meu sacrifício
e buscarem encontrar saídas mais civilizadas para os seus conflitos.

Só assim, teremos um mundo melhor
com mais compaixão à alheia dor.
Só assim, deixarei de ser um nada
que apodreceu num campo de batalha.

Comentário: Esse poema vai virar um pequena curta-metragem. Espero que esteja bom à altura. Por tanto, aceito sugestões, elogios e críticas construtivas.




Biografia:
Oi, gente! Meu nome é beatriz nahas.Tenho 20 anos. Sou de São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal ou filosófica ou procuro entender algum sentimento frequente ou imagino alguma situação. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com. Visite meus blogs: Um somente com poesias www.rumoaminhamente.blogspot.com.br e outro com textos ningueeemesegura.blogspot.com.br! Muita paz para todos.
Número de vezes que este texto foi lido: 449


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Zelo Bia Nahas
Poesias Um Pedido da minha Alma Bia Nahas
Poesias Confusão para a Determinação Bia Nahas
Poesias Bola no Ar Bia Nahas
Poesias Diálogo entre o Amor e a Saudade Bia Nahas
Poesias Homicídio no ônibus 188-T Bia Nahas
Poesias Banho em Lágrimas Bia Nahas
Poesias Balada Inclusiva Bia Nahas
Poesias Por favor, Diz pra mim Bia Nahas
Poesias Sentindo a Natureza Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 88.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184137 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157406 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157399 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129500 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 75590 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 70040 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68794 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 61860 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 58723 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54546 Visitas

Páginas: Próxima Última