Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Você
Gabriela Martins

Coisas que eu preciso que você ainda saiba: Eu não sinto mais medo, não sinto mais dor, não sinto mais culpa, não sinto mais angústia.
E eu sempre soube esse tempo todo que só uma pessoa podia tirar todos esses sentimentos de dentro do meu peito, e não quero dizer necessariamente que quem iria tirá-los foi a mesma que os causou, mas é você, sabe? Quem me dá paz.
Talvez eu tenha sentido muito mais expressão no seu silêncio misturado com o seu olhar que me atravessava inteira todas às vezes.
Você já parou pra pensar que a nossa ideia de liberdade talvez consista em como nos sentimos leves em relação ao prazer de estarmos socialmente “abertos” ao mundo, mas ao mesmo tempo nos sentimos aprisionados porque mesmo que essa sensação nos desafogue do mar de inibições que somos obrigados a viver diariamente, ainda sim falta ALGUÉM que te faça livre? Você me faz livre. Você me faz livre não só em relação ao mundo, mas também me liberta do que eu sou. Você permite com que eu me conheça mais, com que eu me aprofunde mais na ideia de que quando estamos juntas não existe nenhum lugar que eu queira estar, não existe alguém que me faça tão eu como você. E isso me faz pensar que além de ter essa sensação inédita, uma parte minha existe exclusivamente dentro de você, e talvez essa seja a versão que eu mais ame em mim, a versão que só você faz acontecer. E indo muito mais longe, eu tenho a intuição de que você também sente o mesmo quando está comigo, talvez eu esteja errada. Eu falei sobre a liberdade porque ela é uma questão tão envolvente e tão procurada. E eu não quero viver na falsa idealização se eu posso ter tudo isso com alguém.

Sobre o tempo: Por que é tão difícil de encaixar? Será que eles precisam mesmo estar alinhados o tempo todo? Seria muita bagunça viver de uma forma descompassada, desequilibrada ou fora do padrão? Olhe pra dentro de você, você sabe o seu tempo, você sabe a sua hora. É claro que existem inúmeras possibilidades, explicações, justificativas sobre você se desencontrar com o tempo de alguém, mas elas continuam sendo válidas quando você olha pra dentro e SENTE que não importa como, onde ou quando: você ainda SIM quer estar com alguém? mesmo que tudo vá contra, você quer. E você sabe quando quer, você sente quando quer, você é obrigada a achar que não quer, mas você está o tempo inteiro negando algo que tá aí dentro porque já fixou aquela repetição da ideia formada sobre as coisas. A idealização de achar que não existe uma outra forma, sabe? Como se fosse uma visão sua que não é de fato sua, um manual de instrução do ser humano que só funciona até determinado momento. É muito boa a sensação de saber o que você quer e se desprender de todo o tipo de achismo, rótulo, receita, coisas pré-determinadas. Mais uma vez: Olhe pra dentro de você, você sabe o seu tempo, você sabe a sua hora. Não deixe nada e ninguém roubar a sua liberdade em relação ao seu tempo.

Sobre a música: “But I always thought you'd come back”
R: E estou aqui.

“It's hard for me to say, I'm jealous of the way, you're happy without me”
R: Eu sou feliz, mas com você eu seria muito mais. Inexplicávelmente.

“Love that was in here, gone for someone else to share”
R: Estava? Ele NUNCA se foi. Ele tá aqui dentro de mim. Ele é só seu.

“As I sink in the sand, watch you slip through my hands, oh, as I die here another day, cause all I do is cry behind this smile”
R: Isso explica tantas coisas... Por que essa sensação se eu tô aqui?

Sobre o agora: Se você soubesse como eu estou feliz: feliz em poder te dizer sem medo tudo o que sinto por você, feliz em saber que me sinto em casa dentro do seu abraço, feliz em poder te ver novamente sabendo que estamos nos esforçando sem machucar, sem pressionar, com respeito, com carinho. Você tem noção do quanto eu sou feliz em ter uma fração que seja de você? Em poder te seguir novamente nas redes sociais com uma sensação de “você está mais perto e isso é tão bom”. E mesmo sabendo que não podemos ter o que tínhamos eu ainda me sinto feliz no que voltei a ter de você? Me sinto feliz em saber que estamos em paz. Me sinto feliz em saber que vamos encontrar um espacinho na vida da outra. Eu fico feliz em saber que você está aqui. Mesmo depois desse tempo todo, você está aqui. Eu posso te sentir.

Sobre a confusão: Sempre vai existir.

Sobre como resolver a confusão: não complicar, as coisas são simples.

Obrigada, mais uma vez.






Este texto é administrado por: Gabriela
Número de vezes que este texto foi lido: 203


Outros títulos do mesmo autor

Romance Você Gabriela Martins
Poesias 15h03 Gabriela Martins
Poesias Carne Gabriela Martins


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182609 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 147176 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 146729 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128175 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67254 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 64174 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 58400 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 57591 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57328 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53405 Visitas

Páginas: Próxima Última