Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Dúvidas...
Luana

Dúvidas...

Vivemos em uma sociedade aonde devemos trabalhar nas melhores empresar do mercado, devemos formar em engenheiros, médicos e advogados para sermos bem vistos pela sociedade e ganhar um bom salário.
Terminando o ensino médio não sabia o que realmente queria qual graduação fazer, entrei em uma empresa de engenharia quando ainda estava no 3º Ano do ensino médio, e como não tinha me decidido, e pela a pressão (tanto da família e sociedade) que sofri para entrar em universidade, resolvi fazer engenharia civil, nunca gostei de exatas.
Eu muito nova ainda, minha personalidade em formação porque sempre fui uma pessoa muito tímida, enfim, terminei o 3º Ano, ainda continuava na empresa, e no ano seguinte entrei para a faculdade, sociedade orgulhosa, família orgulhosa, e eu? Eu com muito medo e ao mesmo tempo confiante que me formaria em 5 anos.
A empresa que eu estava me registrou e eu comecei a trabalhar em tempo integral.
Foram 4 anos de na faculdade, de muito sofrimento, entre levantar 5:00 horas da manhã para trabalhar e dormir 00:00, mas sempre pensando, um dia vou ter a recompensa, e sempre na dúvida pensando ser era aquele curso que eu queria. Ao mesmo tempo na empresa meu salário ia subindo estava, eu sendo reconhecia, porém, meu chefe é (estou na empresa ainda) muito nervoso, humilha nós funcionários, não conversa com educação, engenharia é muita pressão esse já era o meu pensamento.
Em 2014, já muito desiludida da faculdade e sabendo que não era aquilo que eu queria, e já com uma personalidade formada foi só depois de 4 anos que eu descobri que eu gostava era de pedagogia, porém, professor não são reconhecidos, tem um salário baixo, ficam estressados, mas mesmo assim eu acredito que vou está fazendo o que eu gosto, vou acordar todos os dias cedo, alegre, vou dormi feliz porque no outro dia tenho que ir da aula.
Já se passaram 6 anos e ainda continuo na empresa de engenharia, mas fazendo curso de pedagogia, tenho um cargo muito reconhecido na empresa, um salário bom, mas, a minha chefe / dona da empresa, continua do mesmo jeito, sem educação, nervosa, quebrando canetas, batendo na mesa, já faz 2 anos que não tenho animo para ir trabalhar, que chego na empresa sem vontade de trabalhar faço meu serviço por obrigação, mas sempre com muita competência e responsabilidade, mas mesmo assim levando “esporro”, já pedi para sair 4 vezes, sempre a minha chefe “levanta minha bola” e não deixa eu sair e eu fico, mas tenho medo se sair, pois, tenho um salário bom e uma condição de vida boa tudo decorrente do meu emprego, mas não estou feliz, estou por explodir, estou contando os dia para sair de férias eternas da empresa, eu tenho que conseguir sair, tenho medo de não conseguir pagar minhas contas e de não achar um emprego bom, porque apesar da experiência de 6 anos na empresa não sou formada ainda.
Todos os dias chego em casa do serviço e não tenho animo para nada, pois, tenho que descansar do dia que foi estressante e preparar meu psicológico para ir trabalhar no outro dia, mas não quero ficar alia mais, mas tenho medos.           Não quero pensar na sociedade, quero fazer o que eu gosto, nem que eu trabalhe em uma cal center quero sair de lá, quero viver em paz, com menos pressão, não vou pensar nos outros, vou pensar em mim e vou conseguir sair dessa empresa, vou sair de férias em janeiro/2016 e não vou voltar mais. EU VOU CONSEGUIR!!      Não devemos ser refém da sociedade, não me arrependo de ter feito engenharia por 4 anos e não formar entendo que foi um aprendizado, como era muito nova e sem personalidade deixei a vida me levar!!


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 266


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Encanto? Luana
Poesias Encanto? Luana
Biografias Dúvidas... Luana


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184855 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 159906 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 159713 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130077 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 112736 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 75104 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69304 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 63328 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 59498 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55112 Visitas

Páginas: Próxima Última