Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Em minha opinião... Novo dia
Sergio Ricardo Costa




Pior do que acreditar, agora,
Não mais (inacreditavelmente),
O quanto
Aquilo que eu presumi foi feito
De drástico coração de pedra:
Feliz se foi instalando sobre
Meus passos

                         Como questão em branco.

E os olhos de sonhador, seguros, me deram ali a esperança seca,

Apenas em direção ao simples
Olhar fundamentalmente humano,
Mas, tudo por um minuto,
Senti
Ainda o que sonhei da vida.

E porque os meus pensamentos duros,

Por fim,
Perdem-se de trás para a frente
No mundo e a humanidade sinto
Que sonho
(Mas, sobretudo ouso),
O pouco da minha escolha,
Novo
Percalço involuntário,
Uma
Certeza de que me têm gostado,
Sabendo involuntário todo
Incômodo do futuro,
Farto
Da terra entrando sob a pele,
Não podem satisfazer que possam
Chamar de conhecimento.

E tendo
Pensado que gostaria, vendo,
Nem vendo, inatingíveis luas,
Há recôndita dor futura;
Frias
Agora (e naturalmente mentem),
Em minha opinião nada mentem
Além da aglomeração: aprendo,
Ridículo é voar:
Ridículo é correr por entre a
Cidade com que as pessoas tenham
Exércitos e impulsos pelo
Costume surpreendente,
Mais
Presente e humildemente oposto
À espera escandalosa, ou, finjo
Apenas contradição estranha,
Sofrer seu orgulho e nem o devo
E nem alcanço maior cuidado
Que uma necessidade fria,
Constante, contrariando tudo

Que a vida é;
Que horas são,
Que chances tem,
Que Leis, artigos,
Parágrafos, adendos,
Alíneas frias,
Que letras, sejam, enfim...
Ideias para herdeiros de que tradição?


Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 725


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Há mais tormentos em ser que em esperar Sergio Ricardo Costa
Poesias No silêncio milenar Sergio Ricardo Costa
Poesias Parceiros pelos pares de pênis Sergio Ricardo Costa
Poesias Restrições em concluir Sergio Ricardo Costa
Poesias Alma, esta coisa suja protegendo os corpos Sergio Ricardo Costa
Poesias Pano, linha, pano... Sergio Ricardo Costa
Poesias Nem sei que o mundo Sergio Ricardo Costa
Poesias A aproximar-se se desfaz Sergio Ricardo Costa
Poesias É como dor que a flor cresce Sergio Ricardo Costa
Poesias A cor do eu acordou em mim Sergio Ricardo Costa

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 208.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185466 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 163603 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 163488 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130608 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 117689 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 80537 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69761 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 64744 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 60240 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55687 Visitas

Páginas: Próxima Última