Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Pão nosso de cada dia
Gabriel Meira Pereira

Resumo:
Uma poesia escrita com carinho para todos os brasileiros que se lembram de lugares nos quais a convivência entre os familiares era importante. Um abraço a todos e boa leitura!

Mamãe acorda cedo
Trigo
Fermento
Ovos, óleo, sal, açúcar.
Amassa a massa.
Descansa
Coloca a água pra ferver.

Café pronto (que cheiro mais gostoso!)
A neblina se forma na casa
Cheiro de café no ar
Despeja-o na garrafa.

A massa cresceu
Vai pro forno
Trinta minutos ainda hei de esperar.

Pronto! Pãozinho assado na hora
Sobe o cheiro de pão novo no ar.
Café posto: pão, café, leite e bolacha de maisena.

Provo o pão (que delícia!)
Vou aos céus,
Agradeço a Deus;
Volto de lá,
Agradeço à mãe
Pelo pão nosso de cada dia.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28589


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Pão nosso de cada dia Gabriel Meira Pereira


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 48621 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39030 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 33114 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 32052 Visitas
Amores! - 32040 Visitas
Desabafo - 31659 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31413 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30788 Visitas
Faça alguém feliz - 30772 Visitas
Vivo com.. - 30427 Visitas

Páginas: Próxima Última