Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Brincadeiras de criança
Antônio José da Costa

Brincadeiras de criança

Prof Antônio José

Quando ainda era criança
Descia os morros da praia
Brincava de pega-pega
E remava numa catraia
Jogava pião no duro
Pulava cerca e até muro
Para pegar uma arraia

Fazia o meu cavalinho
Com talo de carnaubeira
Meu brinquedo predileto
Era a minha roladeira
Meu carro um caminhão
Feito com muita perfeição
Usando flandre e madeira

Gostava de ir para praia
Jogar bola Canarinho
Mergulhar na onda leve
Apreciar os passarinhos
Descer dunas de cavalete
Soltar no ar um foguete
E parar perto de um ninho

Esperava um vento forte
Para segurar o cata-vento
Olhava para os animais
Ainda tinham os jumentos
Brincava de pipa nos ares
Ouvia a rádio Verdes Mares
Tudo era contentamento

Nas pedras tinha o gojar
A Maria era a farinha
Nas paredes as lagartixas
Na beira-mar, as tainhas
E o menino só brincava
Corria no morro e pulava
E se chamavam, ele vinha

Era um tempo de alegria
E de muita brincadeira
As crianças corriam na praia
Subiam e desciam ladeira
Viviam com a bola no pé
Adoram um pirão de café
E não soltavam a roladeira

A menina ficava horas
Cuidando de sua boneca
Dava banho na bichinha
Que dormia uma soneca
Quando ela se acordava
A mãe o mingau lhe dava
E lhe chamava de sapeca

E o menino pegava a bola
Chamava seus coleguinhas
Todos iam para o morro
Ou para a casa da vizinha
Brincavam com animação
Sem nenhuma frustração
Pois celular ninguém tinha

Hoje é tudo mui diferente
A criança nem brinca mais
Logo que começa falar
Vai para as redes sociais
Só quer saber de um celular
De uma moto para andar
E de músicas internacionais

Saudade daquele tempo
Onde correr era diversão
A criança tinha infância
Não vivia numa televisão
Na frente de uma telinha
De um celular de capinha
Sendo um robô em ação!


Biografia:
Professor do Ensino Fundamental, com 28 anos de magistério, apaixonado por literatura, escreve para ensinar e ensina para escrever.
Número de vezes que este texto foi lido: 153


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Elas Antônio José da Costa
Crônicas Os garis Antônio José da Costa
Poesias Brincadeiras de criança Antônio José da Costa
Poesias Se não fosse o professor Antônio José da Costa
Poesias O rico e o pobre Antônio José da Costa
Crônicas A droga vem Antônio José da Costa
Poesias O Natal Antônio José da Costa
Crônicas Dos mares, o menor Antônio José da Costa
Crônicas Os cachorros lá de casa Antônio José da Costa
Crônicas Praia de Barreiras Antônio José da Costa


Publicações de número 1 até 10 de um total de 10.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184885 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 160211 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 160000 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130112 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 113376 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 75274 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69339 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 63398 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 59537 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55156 Visitas

Páginas: Próxima Última