Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Sucesso e Fracasso
Paulo R Rezende

O que possuíam de especial os grandes personagens da História que ainda nos inspiram e a quem admiramos pela magnitude das suas obras?

Viajando no tempo, vem-nos à memória um punhado de gente boa – e outros nem tanto assim, segundo as nossas ideologias e convicções: Jesus Cristo, Madre Teresa de Calcutá, Ghandi, Disney, Sócrates, Getúlio Vargas, Chico Mendes, Lutero, Juscelino Kubitschek, Kennedy, Lennon, Senna, Hitler, Chico Xavier, Napoleão, Gengis Khan, Moisés, Lincoln, Churchill, Luther King, Buda, João Paulo II, Caxias, Betinho, Paulo de Tarso, Rondon, Villas-Bôas Corrêa, Anita Garibaldi, Indira Gandhi, Cleópatra, Darcy Ribeiro...

Independente da imagem que os relatores da história nos transmitiram e do sentimento que aprendemos a nutrir por eles, o incontestável é que foram grandes líderes. No seu tempo, de acordo com a missão que definiram para si, conseguiram que outras pessoas os seguissem, os admirassem, acreditassem neles e, por eles, em muitos casos, dessem a própria vida.

O que possuíam de especial? Freqüentaram universidades? Participaram de cursos onde aprenderam técnicas de liderança? Tiveram acesso às obras dos grandes pensadores a respeito das estratégias para liderar? Concluíram cursos de mestrados e doutorados nos grandes centros de referência acadêmica? Provieram de famílias bem-sucedidas que lhes propiciaram as oportunidades de crescimento profissional?

Muitos se prepararam do ponto de vista acadêmico para ocupar os espaços que efetivamente ocuparam e que as condições sociais tenham lhes facilitado o acesso às oportunidades de chegarem aonde chegaram. Mas o que transformou esses personagens em líderes de sucesso – de uma ideologia, de uma fé, de um povo – certamente não nasceu em bancos escolares, tampouco das condições econômicas.

Se refletirmos um pouco sobre a história de cada um, concluiremos que foram as atitudes, as convicções, a credibilidade e o empenho os fatores determinantes. Todos possuíam uma missão de vida bem definida e souberam aproveitar as suas competências de lidar com gente para alcançar os seus objetivos...

O mundo corporativo – reflexo das condições gerais do nosso planeta – transforma-se numa velocidade que ainda surpreende. Nesse contexto, inspirar-se no perfil daqueles personagens, resguardando a ética e a responsabilidade para preservar os valores mais nobres do homem, fará certamente a diferença.


Biografia:
Pós-graduado em Gestão Estratégica e Docência de Ensino Superior (em curso), com graduação em Língua Portuguesa e Literatura. Consultor de Recursos Humanos, palestrante e professor de Comunicação Empresarial, Redação Técnica, Língua Portuguesa, Ética Profissional, Gestão Organizacional, Gestão de RH e Qualificação Profissional. Contato: prrezende@yahoo.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 53262


Outros títulos do mesmo autor

Artigos As três verdades Paulo R Rezende
Artigos Sucesso e Fracasso Paulo R Rezende


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Temor à técnica - Flora Fernweh 223 Visitas
Coação física e coação psicológica - Isadora Welzel 223 Visitas
🔵 Telespectador na linha - Rafael da Silva Claro 223 Visitas
Boa-fé objetiva - Isadora Welzel 222 Visitas
A LAGARTINHA E A ALIMENTAÇÃO - Andrea Gonçalves dos Santos 221 Visitas
A escuridão é poderosissima - Henrique Pompilio de Araujo 221 Visitas
🔵 Vozes do além - Rafael da Silva Claro 220 Visitas
A democracia de museu — Parece, mas não é 🔴 - Rafael da Silva Claro 219 Visitas
🔴 Euforia e exaustão - Rafael da Silva Claro 219 Visitas
Ressignificação Mental - Caroline Loureiro Prado 219 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última