Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
DESPREZO
ALAN SERGIO MAIA ORNELAS



Reconhecer o erro é virtude
Principalmente, quando de verdade,
Houver no peito, na realidade,
Uma vontade de mudar a atitude.

Se a estupidez, enfim, extrapolou
As normas de conduta e convivência,
Eliminando, de outrem, a paciência
Foi porque o outrem concordou.

Mas se do poço quer sair, do fundo,
E pede ajuda nessa experiência,
Por que não acha alguém, de persistência
Com atenção por só um segundo?

Pior que, do erro, a dor amarga,
É do desprezo, a dor interminável!
Se torna então descarte abominável
Tendo o remorso qual pesada carga.

Melhor seria, talvez, partir da vida
A viver assim jogado ao lado,
De tudo e de todos isolado
Chorando com a alma ressentida!




Biografia:
Alan Sergio Maia Ornelas, nascido em 19/11/1957, neste 23.01.2007 com apenas 49 anos, voltando a estudar.Aficionado por mágicas, poesias, teatro e textos teatrais (principalmente teatro empresa), serestas, cerveja e mulher bonita.Brevemente estará publicando os poemas do seu filho Alan Jonas ( 18 anos ). Alan ornelas pode ser considerado um pré-adolescente da terceira idade. E podem entrar em contato: alansergiornelas@hotmail.com
Número de vezes que este texto foi lido: 28545


Outros títulos do mesmo autor

Poesias DEFLORAÇÃO ALAN SERGIO MAIA ORNELAS

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 11 de um total de 11.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
De novo - Vantablack 542 Visitas
ESTRADA DE AÇO 15 NOVEL LIVRE 12 ANOS - paulo azambuja 541 Visitas
O SÁBIO DO ORIENTE E O ESCORPIÃO - Saulo Piva Romero 540 Visitas
GOSTO DO QUE FAÇO? - Maycon Schultze 539 Visitas
Alteridades - Luca Schneersohn 539 Visitas
Liberdade vem à cavalo! - Carolina Cortez 539 Visitas
Perdido sem caminho - Maycon Schultze 537 Visitas
MEUS VERSOS DE AMOR - Alexsandre Soares de Lima 537 Visitas
VASCULHAR - Alexsandre Soares de Lima 535 Visitas
Um corpo estendido no chão. - Antonio Magnani 535 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última