Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Primavera de Amor
Carlos Vagner de Camargo

Você chegou trazendo alegria ao meu coração,
Fazendo-me experimentar a vida com emoção.
Veio contigo a vontade de viver cada instante
Intensamente de perto, porque antes, era distante.

O teu sorriso iluminou o dia, vida minha.
Transformou em gozo a dor que eu tinha.
Em sua bagagem a felicidade fez morada,
Tornando-a sua companheira de caminhada.

Contigo a vida é sempre primavera,
Celebras a alegria mais que uma quimera.
Atirando lenha na fogueira da paixão,
O amor pede passagem nesse porto solidão.

Contagiou os lábios meus com o molhar do beijo seu,
Direção, segurança e cumplicidade você me deu.
Ensinou-me a quinta-essenciar a pessoa amada,
Valorizando cada minuto dessa linda jornada.

Enfim, você mostrou-me que na vida, imensa é a batalha,
Que o amor muitas vezes tarda mas não falha.
Que vencer nem sempre é importante, mas sim competir,
Mostrando ao amor quem se é, com o simples gesto de amar.


Biografia:
Sou paulista nascido em Ilha Solteira, interior de SP, formado em Letras Licenciatura Plena pelo Centro Universitário Assunção UniFAI, tenho 35 anos e estou para começar a lecionar no meio público e privado de ensino fundamental e médio. Sou músico,canto, toco, fui tenor do Coral Sagrado Coração de Jesus em Três Lagoas-MS, Sempre escrevi muito, lia muito, hoje dois anos após minha formatura, estou retomando a todo o gás o gosto pela leitura. Amo Shakspeare, mas leio de tudo, desde tratado filosóficos a textos de Zola, Tolstoi entre outros grandes. Tenho poemas publicados pelo site da UniABC (onde atualmente trabalho), pelo professor Sérgio Simka no link http://grupodeescritoresdauniabc.uniblog.com.br/ Ainda não sou conhecido, mas espero em breve sê-lo.
Número de vezes que este texto foi lido: 28661


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Pipas Carlos Vagner de Camargo
Poesias Afaste-me da chuva Carlos Vagner de Camargo
Poesias Álibi Carlos Vagner de Camargo
Poesias Redundância Feminina Carlos Vagner de Camargo
Poesias Desconstruindo Carlos Vagner de Camargo
Poesias Coisas compradas Carlos Vagner de Camargo
Poesias Divagação Carlos Vagner de Camargo
Poesias Dadaísmo Carlos Vagner de Camargo

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 61 até 68 de um total de 68.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
"Sem Título" - Tereza Cristina Gonçalves Mendes Castro 515 Visitas
Ida - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 515 Visitas
AMOR NÃO SE IMPLORA - Alexsandre Soares de Lima 514 Visitas
GOSTO DO QUE FAÇO? - Maycon Schultze 513 Visitas
Um corpo estendido no chão. - Antonio Magnani 513 Visitas
Como ganhar uma renda com marketing digital? - Antonio 512 Visitas
Gestão do “clima” do ambiente de trabalho - Isnar Amaral 511 Visitas
Setembro - PauloRockCesar 510 Visitas
Noites frias - Maycon Schultze 510 Visitas
a historia de que me lembro - cristina 510 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última