Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PRIMEIRO AMOR
ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA

PRIMEIRO AMOR

Monte do Trigo a viu nascer,
e para Évora foi morar,
aí a vim a conhecer
e com ela namorar.

Estávamos no carnaval,
e no Bocage dançando,
ela estava divinal
e meu coração cobiçando.

Saia branca envergava,
parecia um anjo do céu,
meu coração palpitava
para lhe poder ergueu o véu.

Mascarados nós estávamos,
mas era fácil reconhecer
e então quando dançavamos
nos olhos nos podiamos ver.

Foi grande a emoção,
ela logo me reconheceu,
bateu então meu coração
e amor ali nasceu.

Às tantas da madrugada,
foi quando o baile acabou
e pela mão da mãe amada
para casa regressou.

Com a sua permissão,
eu lhes fiz de companhia
ia a mãe e o irmão
suas primas e uma tia.

No Bairro da Câmara ficaram,
Largo Nossa Senhora da Conceição,
nossos olhares se trocaram
demos um aperto de mão.


Para casa então segui,
levando-a no pensamento,
nessa noite pouco dormi
foi grande o meu tormento.

Ensonado me levantei,
e para o trabalho segui,
ela eu não encontrei
mas carta de amor escrevi.

Nela meu amor declarava,
e namoro eu lhe pedia
era a minha deusa encantada,
e românticamente o fazia.

Nessa noite a entreguei,
trémulo e ansioso,
e pela resposta aguardei
ficando muito nervoso.

Coisas da mocidade,
da juventude irreverente,
com 15 anos de idade
e amor que já se sente.

Foi assim que começou,
esse meu primeiro amor,
sua mãe abençou
com carinho e com calor.

Mas como tudo na vida
tem os seus dias contados
e com a minha saída
deixámos de ser namorados.

Para Macau eu segui
ela por lá ficou,
seu coração eu já não vi,
e outro amor, ela, começou.




Quarenta e três anos se passaram,
saudades as tenho comigo,
pois raízes cá ficaram
e sonho sempre contigo.

Fostes e sempre serás o meu primeiro amor,
outros na vida encontrei
cheios de afecto e calor
mas esse recordarei.

Antes era a mocidade
agora a experiência da vida,
estamos na terceira idade
recordando vida vivida.

















Biografia:
SOU UM JOVEM PORTUGUÊS DE 63 ANOS DE IDADE, VIVENDO EM TERRAS DO ORIENTE. CASADO, PAI E AVÔ, APOSENTADO DA MARINHA, GOSTO DE VIAJAR, ESCREVER MINHAS VIVÊNCIAS E ESCREVER POESIA.
Número de vezes que este texto foi lido: 28585


Outros títulos do mesmo autor

Poesias BORBOLETA ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Poesias FRANQUEZA ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Poesias ANJO DO DIA ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Poesias VIVÊNCIA ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Poesias SEGURANDO O LEME ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Poesias LEMBRANÇAS SENTIDAS ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA
Poesias TEU OLHAR AMENDOADO ANTÓNIO MANUEL FONTES CAMBETA

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 17 de um total de 17.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Simbologia - Tereza Cristina Gonçalves Mendes Castro 353 Visitas
CONSPIRAÇÃO - Ivan de Oliveira Melo 353 Visitas
A SANGUE FRIO - Tércio Sthal 353 Visitas
O ENSINO DA EMPATIA NO ÂMBITO ESCOLAR - MARIÉLI SILVA MIRANDA 353 Visitas
PEIXINHO NO AQUÁRIO - Tales dos Santos Lima 352 Visitas
C'est fini Hexa!!! - Roberto Queiroz 352 Visitas
Eu confesso; está difícil aguentar a minha profissão. - CLAUGILDO DE SA 352 Visitas
A ideologia e a cultura - DIRCEU DETROZ 352 Visitas
VISÃO E AUDIÇÃO - Juarez Fragata 351 Visitas
Qual é a melhor maneira de aparecer nas buscas - Antonio 351 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última