Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
BAILARINA
Gabriel Groke

Sinto seu cheiro
Faltando no corpo
Sinto em meus poros
Deixe-se levar pelo meu sal, meu mar, meu Sol
Mel, calor, torpor
Mesmo sem você, acho que estou indo bem
Um carvalho em meio à rotina das estações
Âncora, esperando pouso leve
Suas asas me aprovam
Na sua rocha sólida, escudo, correm tuas águas
Diga-me sim
Bailarina
Confie em mim
Sua felicidade é o meu jardim.


Biografia:
Ilustrador, designer, músico, letrista, produtor, astrólogo.
Número de vezes que este texto foi lido: 27860


Outros títulos do mesmo autor

Poesias BAILARINA Gabriel Groke
Poesias CALOR Gabriel Groke
Poesias CÉU Gabriel Groke
Poesias 4 ELEMENTOS Gabriel Groke
Poesias DIMENSÕES Gabriel Groke
Poesias CONCHA Gabriel Groke

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 26 de um total de 26.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 27957 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 27957 Visitas
Insônia - Luiz Edmundo Alves 27954 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 27954 Visitas
NESTE BAR - paulo azambuja 27949 Visitas
O HOMENZINHO TORTO - Saulo Piva Romero 27949 Visitas
SÓ VIVER 15 NOVEL LGBT 18 ANOS - paulo azambuja 27948 Visitas
MENINA - 27948 Visitas
Sétima Arte - PauloRockCesar 27947 Visitas
sei quem sou? - 27946 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última