Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Se esse rio eu faltei
Sergio Ricardo Costa




Esse rio eu serei
De carinho, por que
É o produto do seu
Sortilégio de amor
Que sonhei e sonhei.

Pomba branca deu o seu mirar

E é de se admirar
Que desse riso eu faltei
De janeiro a abril,

Ao abrigo da luz da renúncia,
Por ter
Piorado
E quebrado
A lâmpada do seu benefício (malefício)
De amor
Impossível: você
Tem mais é que sofrer!

Ódio não é negar
Que se sofra
E sofrer:
Alterar o que for
Infeliz ou feliz,
Invisível ou só
Cor-de-rosa
E assim,
Sufocante e me dá —
O habitante do fim,
                  Repelido;
                               Ou
O habitante de mim
(Foi você quem me deu).

Natural que assim
Nem me erga do chão:
Construído no rio,
Bem grudado no rio
E é bem lá o meu fim;
Escasseio no ar,
Escasseio aos pés
Da palavra – Amor.

Da renúncia, por ser
Desterrado do chão,
Participo do chão
Com o uso das mãos,
Com o uso do amor
E a vontade de ser
Diferente, mas não,
Uma vida melhor
Se contorce no chão,
Se contorce no ar,
Se propõe a danar,
A metade do meu
Paraíso —

Sumiu...

Resolveu explodir
Simplesmente no ar.







Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 45


Outros títulos do mesmo autor

Poesias De meus olhos Sergio Ricardo Costa
Poesias E à semente não importa Sergio Ricardo Costa
Poesias Com barulho característico Sergio Ricardo Costa
Poesias Seguidor de homens sem fronteiras Sergio Ricardo Costa
Poesias O cacófato Sergio Ricardo Costa
Poesias Um gênero inexistente de jogo de estratégias Sergio Ricardo Costa
Poesias A seu modo, imensa Sergio Ricardo Costa
Poesias Piores que o governo, os pernilongos Sergio Ricardo Costa
Poesias Dois olhos, dois velhos Sergio Ricardo Costa
Poesias Respiramos entre teus tropeções no vazio Sergio Ricardo Costa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 21 até 30 de um total de 177.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
FIO DA ESPADA - Tércio Sthal 33048 Visitas
Japão - Era Meiji - Agrário Conrado 32920 Visitas
O mundo infantil - helena Maria Rabello Lyra 32816 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 32260 Visitas
Nobres Loucos - Wesley Necreto 31294 Visitas
Origens da Bandeira do Brasil - Marco Antonio Cruz Filho 30407 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 30245 Visitas
viramundo vai a frança - 30148 Visitas
camaro amarelo - 30094 Visitas
eu sei quem sou - 29914 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última