Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Amor Descarado
Jean Pires De Almeida

Aqui vai meu bem
Um lamento fúnebre para nosso amor descarado
Voltei para nosso passado
era muito amor descarado

Tão descarado em que até o fingimento veio a surgir
O meu bem por que não disseste brevente ?
Pois a minha dor era quase inexistente
escapando dessa gente escrevo esta poesia de 5°, sobre a gente

Trocava carinhos com outras pessoas em suas noites solitárias
Pois olhe meu bem! quem esta solitário hoje,veja se isto nos convém
Largado na Miséria;era o que eu dissera
Mas foi o que falei e não pense que eu desejei

Parado aqui estou sem acreditar no que restou
Um barraco de madeira comparado a antiga casa verdadeira
Burraldo fui um dia de acreditar que no amor descarado
Havia o amor de fato




Biografia:
Quando vou escrevo algo,e me falta ideias escrevo o que sinto no momento (sempre da certo) Consigo expressar o que sinto por meio de poesia era como se fosse um diário ou coisa do tipo até que vem a ideia... por que não mostrar as pessoas o que escreve ? e aqui estou eu,corrigindo o que o corretor escreveu errado e publicando o que escrevo (Isso definitivamente não pode ser chamado de biografia) sou fã de Pitty e tenho 14 anos (eu acho que não precisava mencionar que era fã de fulano =/ whatever)
Número de vezes que este texto foi lido: 6


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Amor Descarado Jean Pires De Almeida
Poesias Roteiro Jean Pires De Almeida
Poesias Eu Devo,Eu Quero Jean Pires De Almeida


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
AS CLÁUSULAS PÉTREAS: INALTERÁVEIS ou NÃO ? - francisco carlos de aguiar neto 30973 Visitas
Nobres Loucos - Wesley Necreto 30307 Visitas
O mundo infantil - helena Maria Rabello Lyra 30105 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 29471 Visitas
FIO DA ESPADA - Tércio Sthal 28699 Visitas
Origens da Bandeira do Brasil - Marco Antonio Cruz Filho 28390 Visitas
O Corvo. - ronei de jesus 28357 Visitas
Poesia - Fátima Barros 27880 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 27683 Visitas
Monarquia Parlamentar - Marco Antonio Cruz Filho 27640 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última