Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O URSO DE ÓCULOS
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UM URSO DE ÓCULOS QUE VIVIA NUM ZOOLÓGICO. ELE ERA CONHECIDO COMO ZIMBA. ELE SE PERDEU DA SUA FAMÍLIA DURANTE UM PASSEIO NA FLORESTA TROPICAL ÚMIDA DO PERU. DEPOIS DE ALGUNS DIAS FOI CAPTURADO E LEVADO PARA O ZOOLÓGICO ONDE PASSOU A VIVER.
ZIMBA HAVIA NASCIDO PARA SER LIVRE E NÃO PARA SER CATIVO. ENTÃO, ELE SE TORNOU O REBELDE DAQUELE ZOOLÓGICO E PASSAVA TODOS OS DIAS ARQUITETANDO UM PLANO PARA FUGIR DALI. ELE ERA UM URSO MUITO BONITO, SIMPÁTICO, SORRIDENTE E CARISMÁTICO. SUA PELAGEM ERA PRETA COM DETALHES AMARRONZADOS. ELE TINHA MANCHAS PERTO DO FOCINHO E TINHA A MANIA DE USAR ÓCULOS ESCUROS E ERA MUITO DORMINHOCO, POIS, VIVIA COCHILANDO NO TOPO DE UMA ÁRVORE.
ZIMBA TINHA TAMBÉM UMA ENORME PANÇA, POIS, ELE ERA MUITO COMILÃO. ELE PREFERIA COMER FOLHAS, BROTOS E FRUTAS, MAS TAMBÉM SE ALIMENTA DE INSETOS, CARCAÇAS E PEQUENOS MAMÍFEROS. ENTRE OS SEUS ALIMENTOS FAVORITOS ESTÃO AS BROMÉLIAS E UMA FRUTA CHAMADA SAPOTI ALÉM DISSO ERA PREGUIÇOSO. CERTO DIA, ZIMBA JÁ CANSADO DA AGITAÇÃO DO ZOOLÓGICO NOS DIAS DE VISITA, SE APROVEITOU DA AGLOMERAÇÃO CAUSADA NA FILA DA BILHETERIA E SAIU TRANQUILAMENTE PARA A RUA CONQUISTANDO ASSIM A SUA TÃO SONHADA LIBERDADE, PORÉM DURANTE A SUA FUGA, ELE ACABOU PERDENDO OS SEUS ÓCULOS. ELE NÃO EXERGAVA UM PALMO DIANTE DO NARIZ QUANDO NÃO ESTAVA USANDO OS SEUS ÓCULOS. ENTÃO, ZIMBA FOI CAMINHANDO SEM SABER PARA AONDE ESTAVA INDO. MAS, GRAÇAS A SUA EXCELENTE AUDIÇÃO E AO SEU OLFATO AGUÇADO, ZIMBA ACABOU ENCONTRANDO UMA CAVERNA E PASSOU A MORAR NELA.
NA MANHÃ SEGUINTE, ZIMBA RESOLVEU SAIR A PROCURA DE SEUS ÓCULOS QUE HAVIA PERDIDO DURANTE A FUGA DO ZOOLÓGICO.
E NESTA MESMA MANHÃ, UMA MENINA SE PERDEU DENTRO DA FLORESTA E NÃO CONSEGUIU ENCONTRAR UMA SAÍDA QUE DAVA ACESSO A CIDADE ONDE ELA MORAVA. A MENINA CAMINHOU MUITAS LÉGUAS E ISSO A DEIXOU MUITO CANSADA E A NOITE HAVIA CHEGADO. ENTÃO, A MENINA COM MUITO MEDO ENTROU JUSTAMENTE NA CAVERNA ONDE ZIMBA MORAVA E RESOLVEU DORMIR LÁ E ESPERAR O DIA AMANHECER PARA CONTINUAR PROCURANDO A SAÍDA DA FLORESTA PARA PODER ENTRAR NOVAMENTE NA CIDADE.
MAS QUANDO A MENINA ENTROU NA CAVERNA, VIU QUE TUDO ESTAVA BAGUNÇADO E PARECENDO UM CHIQUEIRO. ENTÃO, A MENINA LIMPOU A CAVERNA E ARRUMOU AS COISAS NOS SEUS DEVIDOS LUGARES NOVAMENTE E DEPOIS PREPAROU UMA DELICIOSA REFEIÇÃO COM OS POUCOS ALIMENTOS QUE ELA HAVIA ENCONTRADO ALI. ENTÃO, COMEU UM POUQUINHO, POIS, ESTAVA FAMINTA. E LOGO DEPOIS, CANSADA, ADORMECEU. DEPOIS, DE ALGUM TEMPO, ZIMBA VOLTOU PARA A SU CAVERNA FELIZ DA VIDA, POIS, ELE HAVIA ENCONTRADO OS SEUS ÓCULOS E COM ISSO, TINHA VOLTADO A ENXERGAR MUITO BEM NOVAMENTE. O URSO TAMBÉM CANSADO FOI DORMIR.
A MENINA ACORDOU QUANDO O DIA RAIAVA E PARA O SEU ESPANTO DEU DE CARA COM O URSO DE ÓCULOS QUE A OLHAVA COM MUITA CURIOSIDADE.
ENTÃO, ZIMBA FOI LOGO DIZENDO:
- JÁ VIU QUE VOCÊ CUIDOU DIREITINHO DA MINHA CAVERNA E PREPAROU UMA DELICIOSA REFEIÇÃO. EU RESOLVI NÃO LHE MACHUCAR. VOCÊ VAI VIVER E SERÁ A MINHA COMPANHIA. FICARÁ AQUI, MORANDO COMIGO, CUIDANDO DA MINHA CAVERNA E PREPARANDO AS MINHAS REFEIÇÕES TODOS OS DIAS.
- EU AMARIA FICAR AQUI COM VOCÊ,URSÃO – MAS MEU VOVOZINHO E MINHA VOVOZINHA JÁ DEVEM ESTAR PROCURANDO POR MIM.
-NANANINANÃO! – DISSE O URSO DE ÓCULOS – VOCÊ VAI FICAR AQUI, E NEM ADIANTA FUGIR, POIS EU VOU TE ENCONTRAR.
- EU VOU SAIR PARA CAÇAR ALGO PARA O NOSSO ALMOÇO. E VOCÊ VAI FICAR BEM QUIETINHA AQUI.
NÃO SE PREOCUPE, EU VOLTAREI LOGO.
ASSIM QUE O URSO DE ÓCULOS SAIU, A MENINA ENCHEU UMA CESTINHA COM ALIMENTOS E SAIU A PROCURA DO VOVÔ E DA VOVÓ.
E POR NÃO OUVIR OS CONSELHOS DE ZIMBA PARA QUE NÃO SAÍSSE DA CAVERNA ATÉ QUE ELE VOLTASSE, A PEQUENA MELISSA PASSOU POR MAIS UM GRANDE SUSTO. ASSIM QUE ELA SAIU DA CAVERNA, UMA HIENA FEROZ E FAMINTA CERCOU A MENINA E QUANDO ESTAVA PRESTES A ALMOÇAR A MENINA, ZIMBA VOLTA PARA A CAVERNA E AVANÇA COM TUDO PARA CIMA DA HIENA.
- QUE TAL, SE VOCÊ VIESSE ENFRENTAR ALGUÉM DO SEU TAMANHO? A MELISSINHA NÃO! EU A AMO, COMO SE ELA FOSSE MINHA FILHA DE VERDADE! VÁ PROCURAR A SUA TURMA ANTES QUE EU PERCA A PACIÊNCIA!
MAS, A HIENA NEM DEU ATENÇÃO PARA O QUE O URSO FALOU.
- SAI DAQUI PANÇUDO, NINGUÉM LHE CHAMOU NA CONVERSA.
- SÉRIO, RISADINHA! QUEM ESTÁ SOBRANDO AQUI É VOCÊ! VAI CAÇAR SAPO AO INVÉS DE PERSEGUIR UMA MENINA INDEFESA. AH, FIQUE SABENDO QUE PANÇUDO É O SEU VOVOZINHO.
ZIMBA, O URSO DE ÓCULOS, DEU UM GRUNHIDO BEM FORTE FAZENDO COM QUE A HIENA AGORENTA SUMISSE DALI IMEDIATAMENTE.
DEPOIS, DE EXPULSAR A HIENA DA ENTRADA DA CAVERNA, ZIMBA CORREU DE PATAS ABERTAS PARA DAR UM CALOROSO ABRAÇO NA MENINA.
- POR QUE VOCÊ IRIA ME ABANDONAR SEM AO MENOS ME DIZER UM ADEUS?
POR CAUSA DA SUA TEIMOSIA EM NÃO ACEITAR OS MEUS CONSELHOS, VOCÊ QUASE PERDEU A SUA PRECIOSA VIDA. NÃO FAÇA MAIS ISSO. EU SÓ TENHO VOCÊ NESSE MUNDO AGORA, POIS, ME PERDI DA MINHA FAMÍLIA PARA SEMPRE MAS, DEUS NA SUA SABEDORIA E BONDADE ME ABENÇOOU TRAZENDO VOCÊ PARA PERTO DE MIM. E EU, UM URSO REBELDE E SEM CAUSA APRENDI O QUE É AMAR ATRAVÉS DA SUA COMPANHIA.
ENTÃO, MELISSINHA ABRIU OS SEUS BRACINHOS E SE PENDUROU NO PESCOÇO DO VELHO URSO DE ÓCULOS.
ENTÃO, O VELHO ZIMBA DISSE:
- DE AGORA EM DIANTE EU ESTOU TE VENDO E TE VIGIANDO!
EU SOU A SUA VIDA E VOCÊ É A MINHA VIDA!
E FELIZ DA VIDA, ZIMBA, O URSO DE ÓCULOS, PEGOU A MENINA E A COLOCOU CARINHOSAMENTE SENTADA NO SEU CANGOTE E ASSIM SAIU A PROCURA DOS AVÓS DELA.
E DEPOIS DE MUITO CAMINHAR CHEGOU FINALMENTE NA ENTRADA DA CIDADE E LOGO AVISTOU A FAZENDINHA DOS AVÓS DA MENINA. ENTÃO, ATRAVESSOU A CERCA DO QUINTAL, ATRAVESSOU A PONTE SOBRE O LAGO, CRUZOU A TRILHA FICAVA O CELEIRO. SÓ, ENTÃO COLOCOU A MENINA NO CHÃO NOVAMENTE E A MENINA SAIU CORRENDO COM A CESTINHA DE ALIMENTOS NA MÃO ABRAÇAR SEUS AVÓS, QUE ESTAVAM MUITÍSSIMOS PREOCUPADOS COM O SEU DESAPARECIMENTO. DEPOIS DISSO, A MENINA PROMETEU AO URSO DE ÓCULOS QUE IRIA VISITÁ-LO PARA SEMPRE NA CAVERNA E PROMETEU PARA ELE QUE NUNCA MAIS IRIA DESOBEDECER A SEUS AVÓS E SAIR SOZINHA PELA FLORESTA.
ENTÃO, O URSO COM MUITA TERNURA SE DESPEDIU DE MELISSINHA DIZENDO:
- EU TE AMO! VOCÊ MORA NO MEU CORAÇÃO! JAMAIS VOU TE ABANDONAR! PORQUE SEMPRE LHE VEREI, LHE VIGIAREI! PORQUE UM PRESENTE ENVIADO POR DEUS É PARA CUIDAR, PROTEGER E AMAR PARA SEMPRE.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 28480


Outros títulos do mesmo autor

Contos ÁGUIA SOLITÁRIA E OS CURUMINS Saulo Piva Romero
Contos A PONTE QUE NOS LEVA AO CÉU Saulo Piva Romero
Contos O JARDIM DAS BORBOLETAS Saulo Piva Romero
Contos PARABÉNS PRA VOCÊ! Saulo Piva Romero
Contos O HOMENZINHO TORTO Saulo Piva Romero
Contos AO VENCEDOR, AS BATATAS! Saulo Piva Romero
Contos O GIGANTE DA COLINA Saulo Piva Romero
Contos A CURA DE NAAMÃ Saulo Piva Romero
Contos A CADEIRA DE BALANÇO DO VOVÔ Saulo Piva Romero
Contos O PROFESSOR MACHADO Saulo Piva Romero

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 109.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 29024 Visitas
Amores! - 28991 Visitas
Desabafo - 28900 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28835 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 28833 Visitas
Faça alguém feliz - 28698 Visitas
Vivo com.. - 28697 Visitas
eu sei quem sou - 28652 Visitas
viramundo vai a frança - 28651 Visitas
sei quem sou? - 28646 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última