Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Árvore
valmir viana

Resumo:
A natureza é tão eterna, quanto a um começo.

I
Cobre-me com teus emblemas
Ramo do campo inspirado,
Teus frutos colhidos
São alimentos imortais.
II
Árvore que palavra
O nome cultiva a fé,
Estende-se por terra
Verde canção noturna.
III
Tronco fixo na areia
Sementes soltas por iniciar,
Constelação do cosmo vivo
Métrica dos deuses.
IV
Reges a grande brisa da tarde
Numa forma galgada,
Na branca bandeira da paz
Que calada ergues.
V
Cubra minha cabeça
Tua natureza eterna,
Há inteligência teu criado
Seja o poema tua origem.


Este texto é administrado por: valmir jose nunes viana
Número de vezes que este texto foi lido: 21655


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Opinião valmir viana
Poesias Árvore valmir viana
Poesias Canção valmir viana

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 23 de um total de 23.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
JUÍZO FINAL - manoel serrão da silveira lacerda 3 Visitas
sem titulo - Cristiane Barbosa de Andrade 2 Visitas
TROVINHA INTERROGATIVA - DIRCEU DETROZ 2 Visitas
Romance Belterra de Nicodemos sena - silas C. Leite 2 Visitas
IRDES VÓS - manoel serrão da silveira lacerda 2 Visitas
APOLOGIA A HEDONÊ - Mario Carvalho 2 Visitas

Páginas: Primeira Anterior