Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SÍRIO-LIBANÊS
Ricardo Cunha Costa

SÍRIO-LIBANÊS

Quando a guerra tornou-se realidade
Despatriar-se foi a única saída.
Por ironia, quem lhe deu guarida
Chamava-lhe de "turco"... Na verdade,

Tomaram d'ele até a identidade
Para que então seguisse sua vida.
Aqui, a sua guerra foi vencida
No trabalho, não na insanidade.

Hoje em dia, no campo damasceno
De novo vê-se a guerra e seu veneno
Como há séculos tem acontecido.

Entretanto, tamanha é a mudança
Que essa terra que fora d'esperança
Também agora o deixa desvalido.

Betim - 25 04 2018


Biografia:
Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar.
Número de vezes que este texto foi lido: 28937


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O MONGE E A SERPENTE Ricardo Cunha Costa

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 41 até 41 de um total de 41.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
O grama - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas
Nove amores - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas
Dez amores - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas
Um Momento - Jessie Amorim 0 Visitas
DEFINIÇÃO DE FELICIDADE - Alexsandre Soares de Lima 0 Visitas
Oito amores - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior