Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Ser de paz
Anderson Carmona Domingues de Oliveira

Ser como o excelso dor,
Mesmo a alegria duma flor,
Cercados de cada vertente,
Como o ser humano suplente.

A verdade é um verbo,
Do qual cada, e se bebo,
Fazer do amor o sensacional,
De ter a vida como elo afinal.

E ser e semear a verdade,
Correr como o ser idade,
Ser como o ser e dolorido.

E sermos como ser querido,
Desejando ser seu amigo,
E de como o amor consigo.


Biografia:
Sou um poeta que procura o alento na escrita, o qual busca a sabedoria nas palavras, perdão no ser e caridade no trato com o próximo. Ser escritor é realizar tudo que tenho de bom para mostrar para cada leitor meu. A fortaleza de alegrias que me concedem em Deus me torna um poeta de paz, amor e alegrias profundas no amor de nosso senhor Jesus. O amor que gera este escritor avança como o rouxinol e caça como a águia devota de seu alimento, como ela anseia se alimentar eu me dedico a ser e ter o dom de escrever. O movimento que eleva a minha alegria vem no fato de escrever com dinâmica e vontade geradas nesse amor pela escrita. Ao amor a escrita me moldou e eu moldo o meu ser no ósculo da poesia.
Número de vezes que este texto foi lido: 54731


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Jesus mestre da cruz ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 2251 até 2251 de um total de 2251.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
O Desafio do Brincar na Atualidade - Daiane schmitt 17 Visitas

Páginas: Primeira Anterior