Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Álacre vontade
Matilde Diesel Borille

Nasceu alguma coisa bem de coração e alma,
à luz da lua ligeiramente fosforescente,
até a paixão em fina, delicada crescente,
lançada ao céu se alongou sonora e calma.

Álacre vontade a do fogo num tremor sutil,
à luz da noite, visível, em imenso esplendor,
sublimado tal a fumaça do incenso de flor,
vir a se inclinar beijando o meu corpo febril.

Num sonho a correr pelo meio da tua boca,
tal qual delicados lábios trêmulos de desejo,
sucumbiu ao fascínio louco que é o teu beijo.

À ponta da caneta esquecer-te-ei, todavia,
do tudo-nada, um pingo, um pouco de lágrima,
será a rega do nosso jardim de brancas sálvias.


Biografia:

Este texto é administrado por: MATILDE DIESEL BORILLE
Número de vezes que este texto foi lido: 885


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Notas de coração de flor Matilde Diesel Borille
Poesias Enigma transcendente Matilde Diesel Borille
Poesias Absolutamente em amor Matilde Diesel Borille
Poesias Mulher em flores azuis Matilde Diesel Borille
Infantil O que há lá fora vovô? Matilde Diesel Borille
Poesias Fios de sóis Matilde Diesel Borille
Infantil Sentimento de criança Matilde Diesel Borille
Poesias Além do verde dourado Matilde Diesel Borille

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 61 até 68 de um total de 68.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Longe Disso - Bia Nahas 5 Visitas
Faz Falta - Bia Nahas 5 Visitas
Graça da Vida - Bia Nahas 5 Visitas

Páginas: Primeira Anterior