Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Álacre vontade
Matilde Diesel Borille

Nasceu alguma coisa bem de coração e alma,
à luz da lua ligeiramente fosforescente,
até a paixão em fina, delicada crescente,
lançada ao céu se alongou sonora e calma.

Álacre vontade a do fogo num tremor sutil,
à luz da noite, visível, em imenso esplendor,
sublimado tal a fumaça do incenso de flor,
vir a se inclinar beijando o meu corpo febril.

Num sonho a correr pelo meio da tua boca,
tal qual delicados lábios trêmulos de desejo,
sucumbiu ao fascínio louco que é o teu beijo.

À ponta da caneta esquecer-te-ei, todavia,
do tudo-nada, um pingo, um pouco de lágrima,
será a rega do nosso jardim de brancas sálvias.


Biografia:

Este texto é administrado por: MATILDE DIESEL BORILLE
Número de vezes que este texto foi lido: 486


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Fios de sóis Matilde Diesel Borille
Infantil Sentimento de criança Matilde Diesel Borille
Poesias Além do verde dourado Matilde Diesel Borille

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 51 até 53 de um total de 53.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
SOBRE A DOUTRINAÇÃO NAS ESCOLAS - SALETI HARTMANN 1 Visitas
AMANHÃ SERÁ COMEMORAÇÃO - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
EU QUE AMO - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
Andor - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 1 Visitas
ACONCHEGO - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas

Páginas: Primeira Anterior