Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PALPITES
Ivan de Oliveira Melo

Resumo:
...vive bem quem sabe escutar...

Sabe-se que a noite é uma boa conselheira...

A mente precisa de estar em constante operação,
Pois dizem que cabeça vazia é oficina do diabo.

Amontoem-se o que não convém e o que convém,
As conclusões serão necessárias para o dia a dia
E que os gostos fiquem de lado, à espera da cirurgia...

É verdade que gostos não se discutem, lamentam-se!
É o produto que interessa, basta lembrar sempre:
As melhores fragrâncias estão nos menores frascos,
Paciência e calma: devagar se chega bem distante.

É deveras importante ser dono da própria boca
A fim de que não se torne escravo das palavras...
O mundo é exato o que se vê, portanto atirar certo:
Só se atira pedras em árvores que dão bons frutos, mas
Não esquecer que esta mesma árvore dá frutos maus.

Ah! Após dias de chuva intensa, vem o Sol acolhedor,
É quando se aplica o ensinamento: depois da tempestade,
Certamente vem a bonança e, de tostão em tostão, milhão!
Que a cabeça seja o guia... Às vezes, por falta de um grito,
Perde-se toda a boiada, nem os dedos das mãos são iguais.

Estar deveras atento em derredor de si mesmo, ter cuidado!
Por quê? Porque quando a cabeça não pensa, o corpo padece.
Trabalhar que trabalhar... O cesteiro que faz um cesto, faz cem
E é o acúmulo das boas ações que faz um homem milionário!

Na boca de quem não presta, quem é bom não tem valor...
O silêncio deve ser a alma de qualquer empreendimento,
Porquanto em boca fechada não há perigo de entrar moscas!

O velho provérbio vale muito: palavra é prata, silêncio é ouro.
Não esquecer que durante a noite todos os gatos são pardos

E que perante à luz do Sol quem rir por último, rir melhor!


DE Ivan de Oliveira Melo

POEMA INSPIRADO EM PROVÉRBIOS DO NORDESTE BRASILEIRO.

( TALENTAI DUPLO )




Biografia:
Nascido em Recife, em 09/10/1953. Professor de língua portuguesa e literatura. Poeta desde adolescente. Livros publicados: SINFONIA DE AMOR; POESIA, AMOR E VIDA; REFLEXOS; SEARA DE RITMOS; SO...NETANDO.Temas mais comuns em seus versos: o amor, a natureza, o homem, o socia, o cosmos, o metafísico, religiosidade...
Número de vezes que este texto foi lido: 28538


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Defeitos e Direitos Ivan de Oliveira Melo
Poesias Solidão Ivan de Oliveira Melo
Poesias Sinfonia Poética Ivan de Oliveira Melo
Poesias Espinhos da Madrugada Ivan de Oliveira Melo
Poesias Vivendo as estações Ivan de Oliveira Melo
Poesias Vento Ivan de Oliveira Melo
Poesias Pelo avesso Ivan de Oliveira Melo
Poesias Sob o brilho da lua... Ivan de Oliveira Melo
Poesias Protótipo Ivan de Oliveira Melo
Poesias Engenharia da Palavra Ivan de Oliveira Melo

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 841 até 850 de um total de 854.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
"TRÁ-LÁ-LÁ... QUE GENTE É ESSA???" - SALETI HARTMANN 28671 Visitas
O QUE QUE FOI? - Conrad Rose 28671 Visitas
Oliver Cowdery, Vida e Testemunho - Cesóstre Guimarães de Oliveira 28671 Visitas
Talvez não agora - Leonardo de Jesus Vieira 28671 Visitas
Se Contar, Ninguém Acredita No Que Aconteceu Nesse Natal - Talita Vasconcelos 28671 Visitas
Lembranças nos memoriais de nossa vitória.... - jecer de souza brito 28671 Visitas
Entrevista com Bruno Vieira – CEO da Craftcomicbook - Caliel Alves dos Santos 28670 Visitas
Contaminados - Ricardo Santos de Souza 28670 Visitas
Entrega - Maria Julia pontes 28670 Visitas
Inscrições abertas para o Curso de Homeopatia 2017 - Homeopatias.com 28670 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última