Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PALPITES
Ivan de Oliveira Melo

Resumo:
...vive bem quem sabe escutar...

Sabe-se que a noite é uma boa conselheira...

A mente precisa de estar em constante operação,
Pois dizem que cabeça vazia é oficina do diabo.

Amontoem-se o que não convém e o que convém,
As conclusões serão necessárias para o dia a dia
E que os gostos fiquem de lado, à espera da cirurgia...

É verdade que gostos não se discutem, lamentam-se!
É o produto que interessa, basta lembrar sempre:
As melhores fragrâncias estão nos menores frascos,
Paciência e calma: devagar se chega bem distante.

É deveras importante ser dono da própria boca
A fim de que não se torne escravo das palavras...
O mundo é exato o que se vê, portanto atirar certo:
Só se atira pedras em árvores que dão bons frutos, mas
Não esquecer que esta mesma árvore dá frutos maus.

Ah! Após dias de chuva intensa, vem o Sol acolhedor,
É quando se aplica o ensinamento: depois da tempestade,
Certamente vem a bonança e, de tostão em tostão, milhão!
Que a cabeça seja o guia... Às vezes, por falta de um grito,
Perde-se toda a boiada, nem os dedos das mãos são iguais.

Estar deveras atento em derredor de si mesmo, ter cuidado!
Por quê? Porque quando a cabeça não pensa, o corpo padece.
Trabalhar que trabalhar... O cesteiro que faz um cesto, faz cem
E é o acúmulo das boas ações que faz um homem milionário!

Na boca de quem não presta, quem é bom não tem valor...
O silêncio deve ser a alma de qualquer empreendimento,
Porquanto em boca fechada não há perigo de entrar moscas!

O velho provérbio vale muito: palavra é prata, silêncio é ouro.
Não esquecer que durante a noite todos os gatos são pardos

E que perante à luz do Sol quem rir por último, rir melhor!


DE Ivan de Oliveira Melo

POEMA INSPIRADO EM PROVÉRBIOS DO NORDESTE BRASILEIRO.

( TALENTAI DUPLO )




Biografia:
Nascido em Recife, em 09/10/1953. Professor de língua portuguesa e literatura. Poeta desde adolescente. Livros publicados: SINFONIA DE AMOR; POESIA, AMOR E VIDA; REFLEXOS; SEARA DE RITMOS; SO...NETANDO.Temas mais comuns em seus versos: o amor, a natureza, o homem, o socia, o cosmos, o metafísico, religiosidade...
Número de vezes que este texto foi lido: 28549


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Via Láctea Ivan de Oliveira Melo
Poesias Orvalho Matinal Ivan de Oliveira Melo

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 861 até 862 de um total de 862.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Ponde - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 2 Visitas
EU SOU DE ME ENTREGAR - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
My Girl - Diego de Oliveira 1 Visitas
AMIGOS, EU VOS DIGO... - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
NOSSO AMOR FIRME - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
TRAZENDO A UNIÃO - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
MALDADE GRITANTE - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
RECONQUISTA - Alexsandre Soares de Lima 1 Visitas
Poesia Sem Palavras - Diego de Oliveira 1 Visitas

Páginas: Primeira Anterior