Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Contista
Flora Fernweh

Em terra de romances, conto é poesia.


Biografia:
Sobre minha pessoa, pouco sei, mas posso dizer que sou aquela que na vida anda só, que faz da escrita sua amante, que desvenda as veredas mais profundas do deserto que nela existe, que transborda suas paixões do modo mais feroz, que nunca está em lugar algum, mas que jamais deixará de ser um mistério a ser desvendado pelas ventanias. 
Número de vezes que este texto foi lido: 33848


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Somos sujeitos de linguagem Flora Fernweh
Crônicas Sobre talentos Flora Fernweh
Contos O sebo Flora Fernweh
Haicais Eclipse Flora Fernweh
Frases Um aviso à amiga insistente Flora Fernweh
Frases T, paixão e amor Flora Fernweh
Artigos A psicologia e seus diálogos possíveis Flora Fernweh
Poesias Dolorosa tarefa Flora Fernweh
Artigos Os efeitos da falta do autoconhecimento na era digital Flora Fernweh
Artigos O desabrochar do Nacionalismo Flora Fernweh

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 31 até 40 de um total de 201.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 34853 Visitas
O Cônego ou Metafísica do Estilo - Machado de Assis 34778 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 34755 Visitas
sei quem sou? - 34743 Visitas
eu sei quem sou - 34727 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 34714 Visitas
Romanos 7 - Silvio Dutra 34712 Visitas
A menina e o desenho - 34693 Visitas
Vivo com.. - 34688 Visitas
camaro amarelo - 34644 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última