Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Me atraiu para a sua teia.
Dessa vez.
Aírys Dhany Cardoso

Resumo:
Me atraiu para sua teia se refere a como, por amor, as vezes nos esquecemos de quem somos e isso nos leva a acostumar, aceitar tudo de alguem porque amamos ela. Nessa carta há rancor e infelizmente tambem teve amor, em cada palavra.


Você me atraiu para sua teia
como uma aranha-armadeira.
Me atraiu para o seu colapso nervoso,
me deixou exposta e vulnerável.

Você me trouxe de volta aqueles medos passados,
de não ter dado certo,
e não me encaixar em toda essa confusão.
Você me atraiu para a sua teia.

Você me atraiu com esse cheiro de sangue,
de ferida aberta recentemente.
Agora me diz,
o que eu faço com você?

Você me atraiu para a sua teia.
O que eu faço,
Se agora sinto que você tem problemas com você mesma?
Não consegue decidir se é fria ou quente?
Consegue decidir se quer ficar ou não?
Consegue aceitar quem é você ou não?

Você me atraiu para a sua teia,
mas você não vai se alimentar de mim.
Eu não vou te dar o gosto,
de fazer eu me afundar em mim.
O que você pretende fazer agora?

Uma vez que é decisão minha ir ou não,
é decisão sua se você quer ficar aqui ou
se quer ir.
E, minha estranheza para com você
é a mesma que você me oferece todos os dias.

Não me julgue por ser assim,
se sempre que chego perto,
você me faz perceber que nem você sabe
se me quer ou não.

Você me atraiu para a sua maldita teia,
mas você não vai se alimentar de mim.
Seria bom se você se decidisse do que quer
ou não.
Não estou mais aqui como alguém que não liga
nem um pouco de ser ferida,
porque você não vai se alimentar de mim.

Você não me verá implorando por mais,
você não me verá implorando por você,
nem por resquícios da sua atenção,
dos seus ouvidos,
nem de você.

Eu posso conviver com a perda de você,
você consegue conviver com você?

Você consegue lidar com a sua parcela de culpa?
Consegue lidar com o fato de que você só me quer
quando está bem com você mesma?
E que, quase sempre me deixa pronta, de malas feitas para ir?
Consegue lidar com o fato de que é você quem arruma minhas malas?

Você me atraiu para a sua teia,
mas dessa vez,
ao menos dessa vez,
você não vai me ver implorando por mais de você.
Eu já exigi muito de quem você é.
Seria bom se você parasse de fingir.

Você me atraiu para sua teia.
Maldita aranha-armadeira.
                                                                            

   
Airys Dhany Cardoso


Biografia:
Conta nova pois as outras foram perdidas, mas caso haja interesse em outros texto é só pesquisar por meu nome. conta profissional instagram: @porqueeuamoescrever. parcerias e divulgações via inbox. Toda arte, texto, conto, carta em meu nome é autoral. *** cometer plágio de qualquer tipo é infringir a Lei nº 9.610/88, que é a norma legal que regulamenta os direitos autorais. Assim, o artigo 187 do Código Penal define que a violação de direitos autorias é um crime, com previsão de punição que varia de multa à reclusão de até quatro anos.***** Para mais informações:+5521966871694 Não aceito nenhum repost em rede social pessoal, edição, postagem de minhas escritas sem minha autorização e sem os devidos créditos. * * * * Escritora e poeta desde o primeiro momento em que aprendi a ler e escrever, desde então, essa paixao é como respirar, como o ar para mim. Nascida dia 12 de junho de 2001 em Mirinzal/MA. Prazer, me chamo Aírys Dhany Cardoso.
Número de vezes que este texto foi lido: 267


Outros títulos do mesmo autor

Cartas Porque seus olhos mentem? Aírys Dhany Cardoso
Cartas Me atraiu para a sua teia. Aírys Dhany Cardoso
Cartas Conjurado Aírys Dhany Cardoso
Poesias Resignificando. Aírys Dhany Cardoso


Publicações de número 1 até 4 de um total de 4.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
1 centavo - Roni Fernandes 54814 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54800 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54666 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54584 Visitas
Amores! - 54559 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54525 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54521 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54487 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54451 Visitas
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 54427 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última