Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Administração Pública no Brasil
Gestão pública
Cleonice Madalena Pereira

Resumo:
Uma viagem histórica na administração pública.

Na linha do tempo da história da administração pública do Brasil, podemos observar uma trajetória variante, de modelos que se sucedem, se derivam e até mesmo se entrelaçam durante um determinado período.
Na administração pública patrimonial, que vem da Monarquia, na qual o público e o privado se confundem, o Estado era compreendido como de propriedade do rei. O empreguismo e o parentelismo estavam presentes em todas as ações. Com o avanço do capitalismo industrial esse tipo de administração não seria mais possível, era necessário que existisse a plena separação do Estado e da sociedade comum, foi assim que a administração pública burocrática foi legitimada.
Nesse tipo de administração a separação do público e do privado, bem como do político e do administrador público se fez presente, mas apesar da superioridade perante a administração patrimonialista, se tratava de um tipo lento, caro e muito pouco eficiente para atender as necessidades dos cidadãos. Isso não foi problema enquanto o Estado era pequeno e contava apenas com quatro ministérios: Justiça, Defesa, Fazenda e Relações Exteriores. Com o crescimento do Estado, o mesmo se fazendo presente em serviços sociais e atribuições econômicas, o problema da ineficiência aflorou ainda mais, tornando-se necessário uma administração gerencial, para encarar toda essa problemática e também validar a burocracia a frente das exigências da cidadania.
Com a necessidade de mudar o cenário, com maior expressividade a partir dos anos 70, a administração gerencial vinha com princípios da administração de empresas e assim o processo de descentralização, com ideias de flexibilização, se inicia voltando seu olhar para a cidadão. Mas a administração gerencial, apesar da demora para sua implementação já estava presente em alguns fatos desde os anos 30. Em 1967 uma Lei buscava a desburocratização e essa Lei pode ser indicada como o primeiro passo dado para a administração gerencial no Brasil.
Na Constituição de 1988, uma instabilidade aponta um retrocesso burocrático, diante de uma crise do Estado. Esse fato desmoralizou a administração pública, no entanto não pode se negar a competência e o espírito público da burocracia brasileira, que esteve presente em muitos fatos importantes do desenvolvimento do Brasil.
Pode-se finalizar dizendo que a administração gerencial para ser eficiente deve ser construída por cima da administração burocrática, usufruindo de todas as suas aquisições positivas.


Biografia:
Pereira, Cleonice Madalena
Número de vezes que este texto foi lido: 27647


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Um breve olhar sobre a escola Cleonice Madalena Pereira
Artigos Reflexão sobre a BNCC Cleonice Madalena Pereira
Artigos Ilusão ou realidade: Gestão democrática. Cleonice Madalena Pereira
Artigos Administração Pública no Brasil Cleonice Madalena Pereira


Publicações de número 1 até 4 de um total de 4.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 29087 Visitas
Um céu de estrelas - Angelita Penalva 27858 Visitas
Gratidão a um amor verdadeiro - Paulo Vieira da Silva 27831 Visitas
Vida de perro: el rimbaldiano "caso Udonge" - udonge 27791 Visitas
Amores! - 27791 Visitas
Pra Mim, Fui Eu - Carlos Artur Paulon 27789 Visitas
Desabafo - 27780 Visitas
O Eterno Retorno - Angelita Penalva 27747 Visitas
Sentença poética - Jhonata Antonio 27742 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 27737 Visitas

Páginas: Próxima Última