Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
🔴 Os políticos fazendo a festa
Rafael da Silva Claro

No bom sentido, a festinha do “donatário” da “capitania hereditária” do Maranhão e ex-presidente, José Sarney, reuniu muitos políticos que, inocentemente, achávamos que eram inimigos. Randolfe Rodrigues proporcionou um beija-mão cinematográfico. A sabujice lembrou, automaticamente, uma reverência ao chefão da máfia Don Vito Corleone, porém era o “Coroné” do Maranhão, Sarney, outro propositor de “propostas irrecusáveis”.

As nababescas homenagens ao velho governador do Maranhão remeteram ao ‘Baile da Ilha Fiscal’, o último suspiro da monarquia. Quem sabe, as coincidências não parem por aí! De fato, essa festa e os estertores da realeza foram muito parecidos.

Talvez, Glauber Rocha tenha filmes menos assistidos pelo público e mais aclamados pela crítica. No entanto, não vou falar de ‘Deus e o diabo na terra do sol’, ‘Terra em transe’ ou ‘Barravento’, mas ‘Maranhão 66’. O título parece remeter a em longínquo e inesquecível verão no Nordeste, porém é um curta-metragem exaltação encomendado pelo maranhense José Sarney. O filminho é um documento histórico que mostra quanto um governador muito promete, e a realidade prova que nada entrega. A peça pode ser encontrada no Youtube.

O cineasta é o caso de quem tem filmes difíceis de assistir, mas excelentes para citar. Sem agradar ao gosto médio dos cinéfilos, conseguiu transformar sua deficiência comunicativa em estética, então, seus filmes são “cult”.

O “feudalista” Flávio Dino, claro, também esteve lá. Esse ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) que atende pelo sobrenome jurássico, trafegou pelos três poderes. O homem que desafiou Montesquieu e a independência dos Três Poderes, já havia desafiado a lógica ao receber a “Dama do Tráfico” e visitar uma “bocada” enquanto era o ministro da Justiça. Velhos “coronéis” fingem que a ameaça do maranhense é a extrema-direita, mas, na verdade, é a extrema pobreza.

O estado nordestino tem o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) oposto ao aumentativo do seu nome. A unidade federativa recordista em dependentes do ‘Bolsa Família’ infelizmente é mantida como refém de políticos que riram e fartaram-se enquanto dão as costas para o povo.



🔵 “O Brasil foi dormir com Tancredo Neves e acordou com José Sarney. É o túnel no fim da luz”.
(Millôr Fernandes)


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 54749


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios 🔴 O animal do Pânico Rafael da Silva Claro
Crônicas 🔵 Noite sem fim Rafael da Silva Claro
Crônicas 🔵 Mensagem para você Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 A arte de enganar Rafael da Silva Claro
Crônicas 🔵 Rosmitter, o boêmio Rafael da Silva Claro
Poesias 🔴 Conto de fardas Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴Madonna de areia Rafael da Silva Claro
Ensaios Leite com Pimenta Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 As joias da coroa Rafael da Silva Claro
Ensaios 🔴 Feiquinius Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 429.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Amores! - 54782 Visitas
Delícias da festa junina - Ivone Boechat 54781 Visitas
DIVINO SER - Ivan de Oliveira Melo 54780 Visitas
Carta para Sophie Scholl - Junho/2024 - Vander Roberto 54779 Visitas
eu sei quem sou - 54778 Visitas
Desabafo - 54777 Visitas
Dores da paixão - Ivone Boechat 54777 Visitas
Leite com Pimenta - Rafael da Silva Claro 54772 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 54770 Visitas
A força do recomeço de empresários atingidos pelas enchentes - Isnar Amaral 54770 Visitas

Páginas: Próxima Última