Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O COPEIRO E O PADEIRO
Saulo Piva Romero

HOUVE UM TEMPO EM QUE O COPEIRO E O PADEIRO DO PALÁCIO REAL EGÍPCIO OFENDERAM O FARAÓ.
ELE FICOU FURIOSO E ORDENOU QUE O COPEIRO E O PADEIRO FOSSEM PARA A PRISÃO.
ENTÃO O CAPITÃO DA GUARDA OS DEIXOU AOS CUIDADOS DE JOSÉ QUE SERVIA O FARAÓ.
DEPOIS DE MUITOS DIAS QUE ESTAVAM PRESOS NAQUELA CELA AO NA COMPANHIA DE JOSÉ, O COPEIRO E O PADEIRO TIVERAM SONHOS ESTRANHOS E FICARAM MUITO PREOCUPADOS, POIS, NÃO SABIAM O QUE SIGNIFICAVAM OS SONHOS QUE SONHARAM.
QUANDO ELES ACORDARAM, JOSÉ PERCEBEU QUE OS DOIS COMPANHEIROS DE CELA ESTAVAM MUITO INQUIETOS E ABATIDOS.
ENTÃO JOSÉ PERGUNTOU AO COPEIRO E O PADEIRO O MOTIVO PELO QUAL ELES ESTAVAM DESANIMADOS.
ELES PERCEBENDO QUE JOSÉ QUERIA AJUDÁ-LOS A SAIR DAQUELA SITUAÇÃO EMBARAÇOSA EM QUE OS DOIS SE ENCONTRAVAM, RESPONDERAM:
- NÓS TIVEMOS SONHOS TERRÍVEIS E NÃO SABEMOS INTERPRETAR OS SEUS SIGNIFICADOS.
ENTÃO, JOSÉ RESPONDEU:
- DEUS DEU-ME O DOM PARA INTERPRETAR OS SONHOS. VOCÊS PODEM CONFIAR EM MIM, PORQUE DEUS FALA ATRAVÉS DA MINHA BOCA, POIS, O INTERPRETE É ELE, POIS, EU SOU APENAS O SEU MENSAGEIRO.
ENTÃO O COPEIRO NA ESPERANÇA QUE JOSÉ O AJUDASSE A DESVENDAR O QUE ELE HAVIA SONHADO FOI NARRANDO O SONHO DETALHADAMENTE PARA JOSÉ QUE O ESCUTAVA ATENTAMENTE.
- EU SONHEI QUE ESTAVA NUMA VIDEIRA SEMEANDO TRÊS RAMOS QUE DIAS DEPOIS BROTARAM, FLORESCERAM E DERAM LINDOS CACHOS DE UVAS.
ENTÃO EU PEGUEI A TAÇA DO FARAÓ E COLOQUEI AS UVAS DENTRO DELA E EM SEGUIDA AS ESPREMI E A ENTREGUEI PARA ELE.
ASSIM TERMINADA A NARRAÇÃO DO SONHO DO COPEIRO, JOSÉ DISSE:
- OS TRÊS RAMOS QUE VOCÊ SEMEOU, SÃO TRÊS DIAS SIGNIFICANDO QUE O FARAÓ VAI PERDOÁ-LO FAZENDO COM CQUE VOLTE A SER O COPEIRO OFICIAL DO PALÁCIO REAL DENTRO DE TRÊS DIAS.
DEPOIS DE INTERPRETAR O SONHO, JOSÉ FEZ UM PEDIDO AO COPEIRO.
- QUANDO TUDO ESTIVER EM PAZ QUERO QUE SE LEMBRE DE MIM E PEÇA AO FARAÓ PARA QUE ELE ME LIVRE DESSA PRISÃO.
O COPEIRO DEU UM LONGO ABRAÇO EM JOSÉ PROMETENDO QUE ASSIM QUE VOLTASSE A SER O CHEFE DA COZINHA DO PALÁCIO, ELE FALARIA COM O FARAO PARA QUE ELE O LIBERTASSE DA PRISÃO.
ENTÃO FOI A VEZ DO PADEIRO SE APROXIMAR DO SÁBIO JOSÉ E COMEÇAR A NARRAR O SEU SONHO QUE ELE NOVAMENTE PASSOU A ESCUTAR ATENTAMENTE COMO HAVIA FEITO COM O COPEIRO.
- EU SONHEI QUE CARREGAVA TRÊS CESTAS DE PÃES SOBRE A MINHA CABEÇA E NESSAS CESTAS HAVIA VÁRIOS TIPOS DE PÃES E DOCES QUE O FARAÓ APRECIAVA,
DE REPENTE APARECERAM MUITAS AVES DESCENDO DO CÉU E COMEÇARAM A COMER TODOS OS PÃES E DOCES QUE HAVIA NAS TRÊS CESTAS
QUANDO O PADEIRO TERMINOU DE NARRAR O SEU SONHO, JOSÉ O ENCAROU COM PENA E DISSE:
- AS TRÊS CESTAS TAMBÉM SÃO TRÊS DIAS. INFELIZMENTE ISSO SIGNIFICA QUE O FARAÓ VAI MANDAR DECAPITÁ-LO E PEDNURÁ-LO NUMA ÁRVORE E AS AVES COMERÃO A SUA CARNE.
PASSADOS OS TRÊS DIAS, O FARAÓ ORDENOU AO CAPITÃO DA GUARDA QUE TROUXESSE O COPEIRO E O PADEIRO ATÉ A SALA DO TRONO, POIS, COMO ERA SEU ANIVERSÁRIO E ELE HAVIA FEITO UM BANQUETE PARA COMEMORAR, QUIS DAR A SENTENÇA PARA OS DOIS DIANTE DOS CONVIDADOS.
ASSIM O FARAÓ CHAMOU O COPEIRO E O RECONDUZIU NOVAMENTE AO POSTO DE CHEFE DE COZINHA DO PALÁCIO REAL E ESTE COMEMOROU LHE ENTREGANDO UMA TAÇA DE VINHO FEITO COM AS MELHORES UVAS COLHIDAS EM TODO O EGITO.
DEPOIS FOI A VEZ DE O PADEIRO OUVIR A SUA TERRÍVEL SENTENÇA QUE IRIA SELAR O SEU DESTINO PARA SEMPRE.
O FARAÓ NÃO TEVE DÓ E NEM PIEDADE DO PADEIRO E MANDOU QUE O CAPITÃO DA GUARDA REAL O ENFORCASSE.
DIAS DEPOIS, CHEGARAM AS AVES FAMINTAS E SE ALIMENTARAM DA CARNE DO PADEIRO QUE RODOPIAVA PENDURADO JÁ SEM VIDA NO GALHO DE UMA ÁRVORE.
JOSÉ ENCAROU O COPEIRO NA ESPERANÇA QUE ELE CUMPRISSE A PROMESSA QUE HAVIA FEITO A ELE NO DIA EM QUE ELE O AJUDOU A DESVENDAR O SEU SONHO E FALASSE COM O FARAÓ PARA QUE ELE O LIBERTASSE DA PRISÃO EM QUE SE ENCONTRAVA DESDE O DIA EM QUE OS SEUS IRMÃOS O VENDERAM COM ESCRAVO PARA O FARAÓ, MAS O COPEIRO INGRATO FEZ QUE NEM CONHECIA JOSE QUE NOVAMENTE VOLTOU PARA A PRISÃO.
ASSIM OS ANOS FORAM PASSANDO E JOSÉ TORNOU-SE O GOVERNADOR DO EGITO POR TER DECIFRADO UM SONHO DO FARAÓ.
ENTÃO JOSÉ ORDENOU AO CAPITÃO DA GUARDA REAL QUE PRENDESSE NOVAMENTE O COPEIRO INGRATO.
ASSIM O COPEIRO PERDEU TODOS OS SEUS PRIVILÉGIOS QUE HAVIA CONQUISTADO COM O PERDÃO DO FARAÓ E PASSOU O RESTO DOS SEUS DIAS NAQUELA CELA ESCURA E FRIA SEM PODER VER O BRILHO DO SOL NOVAMENTE.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 49 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 47287


Outros títulos do mesmo autor

Contos A OVELHA PERDIDA Saulo Piva Romero
Contos A JARRA PARTIDA Saulo Piva Romero
Contos A CORAGEM DE PANTALEÃO Saulo Piva Romero
Contos AS AVENTURAS DO SUPERSABÃO Saulo Piva Romero
Contos A BRUXA DE CAXINGÓ Saulo Piva Romero

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 301 até 305 de um total de 305.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
QUANDO TE VEJO DESPERTA EM MIM UMA ALEGRIA - Alexsandre Soares de Lima 3 Visitas
SATISFAZENDO OS TEUS DESEJOS - Alexsandre Soares de Lima 2 Visitas

Páginas: Primeira Anterior