Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Guardando na memória para depois me alembrar
Caliel Alves dos Santos

Resumo:
Ótimo livro para desfiar a memória alagoinhense.

Como estudante de graduação em História, tudo que remete a trajetória humana me encanta. Mais se tem algo dentro do processo histórico que alimenta a minha curiosidade, é a memória. O ser humano é o único bicho que Deus fez com capacidade para registrar tudo o que faz e pensa. E com Alagoinhas: o que a memória guarda, vi está habilidade natural se transformar em arte e monumento.
     Pedro Marcelino é um talentoso cronista, aguerrido político, homem de pensamento avançado, mas, mais importante que tudo isso, querido amigo. Sua escrita me leva a tempos não vividos, deliciosos e frescos como aquele orvalho de manhãzinha. Como em uma teia de aranha, vai tecendo o panorama de uma cidade como a palma de sua mão. E com cuidado e brio, vai transformando parágrafos em pontes para o passado alagoinhense.
     Nascido em Igreja Nova, atual distrito de Boa União, ele puxa pela memória e pesca cenários, sociabilidades, e o imaginário de toda uma época recheada de humor. Uma alma popular que se transforma em língua viva, fazendo coro na existência humilde e interiorana. Linguagem que vai se moldando no tempo, em hábitos, em costumes e imagens corriqueiras, que de tão corriqueiras, se tornam mitos para a nova geração.
     Como quem se diverti em lembrar, e não como quem busca noticiar os causos que testemunhou, Pedro Marcelino faz o que muitos historiadores não conseguem fazer: dar vida ao passado, lhe dar cores, cheiros, texturas, despertar os sentidos para as coisas que ficaram noutro tempo e espaço, e que só uma dose de café no varandado da casa e um suspiro olhando para o horizonte pode trazer de volta.
     Memória como gozo da vida. Desejar o passado, não como quem quer ficar parado nele, congelado como um frio de supermercado, mas como alguém que desejaria viver uma segunda vez tudo de novo, e até com mais prazer àquela queima das palhinhas, um recreio no Luiz Navarro de Brito, beber uma gelada no Alafolia, desfilar num Sete de Setembro chuvoso – desde que não fosse na rabeira do desfile.
     É com prazer que, através de Pedro Marcelino, apresento as memórias de Alagoinhas à própria Alagoinhas. O livro foi publicado pela FIGAM Editora, tem cerca de 140 págs. Orelha na contracapa com biografia do autor. Prefácio de Walter Queiroz Junior. Ilustrado por diversas fotografias riquíssimas em detalhes e história.
     Para entrar em contato com o autor, acesse:

https://pt-br.facebook.com/pedro.pinto.96930


Biografia:
Caliel Alves nasceu em Araçás/BA. Desde jovem se aventurou no mundo dos quadrinhos e mangás. Adora animes e coleciona quadrinhos nacionais de autores independentes. Começou escrevendo poemas e crônicas no Ensino Médio. Já escreveu contos, noveletas, resenhas e artigos publicados em plataformas na internet e em algumas revistas literárias. Desde 2019 vem participando de várias antologias como Leyendas mexicanas (Dark Books) e Insólito (Cavalo Café). Publicou o livro de poemas Poesias crocantes em e-book na Amazon.
Número de vezes que este texto foi lido: 52995


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas Rosas cor de sangue Caliel Alves dos Santos
Resenhas A arma faz o bom soldado Caliel Alves dos Santos
Resenhas No inferno? Queime! Caliel Alves dos Santos
Ensaios Naruto e a pedagogia do oprimido Caliel Alves dos Santos
Resenhas Arte perfeita e destrutiva Caliel Alves dos Santos
Resenhas Era uma vez na Segunda Guerra Mundial Caliel Alves dos Santos
Resenhas Desçamos todos a cova Caliel Alves dos Santos
Resenhas No espaço sem fronteiras Caliel Alves dos Santos
Resenhas À espreita do insólito Caliel Alves dos Santos
Resenhas Guardando na memória para depois me alembrar Caliel Alves dos Santos

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 139.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
1 centavo - Roni Fernandes 54811 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54796 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54661 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54574 Visitas
Amores! - 54544 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54512 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54509 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54476 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54441 Visitas
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 54414 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última