Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A VISITA DE ROSA
Wilson Luques Costa

A visita de Rosa

Rosa vinha todo sábado, quando o sol ainda
empunhava o seu gesto mais viril
Eu me perdia junto às formigas e taturanas
Rosa carregava consigo uma velha sombrinha
Descia a difícil ladeira
E lá da esquina ia anunciando a nós a sua chegada
Antonio detinha o seu passo de marido sempre atrasado
- Que a irmã mais velha lá embaixo esperasse
Na verdade, não tinham muitas afinidades
A irmã nascera em Córdoba, província distante da Vila Esperança
Rosa sempre quando chegava dizia:
- Nossa, Mercedes, que belo afilhado é o meu
Eu me entretinha com a terra vermelha
Escaldava-me sob o sol esturricante
De repente uma chuva fina surpreendia-nos com a sua torrente
Em conchas, eu tentava retê-la em minhas frágeis mãos
Mãos flácidas e lânguidas
A chuva fina escorria por entre os meus dedos e os meus dedos
choravam de alegria
Os meninos brincavam de bate-lata
Mãe-da-rua
Passa-anel
Lembra-me que eu perdi um anel naquele dia
Minha mãe desesperada percebia que eu não havia nascido
para a hermenêutica
A primavera reluzia
As flores matizadas enfeitavam todos os meus dias
Vovó, solerte, acariciava-me com o seu olhar distante
Eu entendia a sua sagacidade
Dividir o seu amor com outros seis filhos
Os meninos brincavam de bate-lata
Passa-anel
Lembra-me que perdi um anel naquele dia
A primavera reluzia
As flores matizadas enfeitavam todos os meus dias
Uma chuva fina entre os meus dedos
Meus dedos choravam de alegria
Era sábado
E Rosa sempre vinha nos visitar


Biografia:
Wilson Luques Costa nasceu em São Paulo, SP, Brasil. Jornalista, professor, poeta e escritor. Eleito pela Academia Internacional de Literatura Brasileira - NY um dos Top Five nos Destaques Literários Awards Focus Brasil NY na Categoria Ensino e Pesquisa com o ensaio O Paradoxo do Zero.
Número de vezes que este texto foi lido: 54817


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Revisitando Szymborsca Wilson Luques Costa
Poesias GATO Wilson Luques Costa
Poesias GATO Wilson Luques Costa
Contos NOSOCÔMIO Wilson Luques Costa
Contos TENDÊNCIA Wilson Luques Costa
Poesias A DÚVIDA SHAKEASPEREANA Wilson Luques Costa
Contos O CINÉFILO Wilson Luques Costa
Poesias Alguns poemas escolhidos Wilson Luques Costa
Contos ALMANAQUE RODÉSIA Wilson Luques Costa

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 29 de um total de 29.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Minha receita de vida - Alex 54815 Visitas
O Amor e o Jardim - Marta Biscoli 54815 Visitas
Geração Y - jecer de souza brito 54815 Visitas
Véu Negro - Rayan sousa 54815 Visitas
Como posso julgar? - Linda Escala 54815 Visitas
História do Cachorrinho Veludo - Lúcia de Fátima Silva 54815 Visitas
BARBÁRIE - Tércio Sthal 54815 Visitas

Páginas: Primeira Anterior