Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A situação da saúde no Brasil: problemas e soluções
Flora Fernweh

Criada em 1850, durante o Segundo Reinado, a Junta de de Higiene Pública buscou centralizar as responsabilidades médico-sanitárias relacionadas às epidemias de cólera, tuberculose e febre amarela que assolavam a população brasileira. De modo análogo, mesmo após a erradicação de muitas enfermidades, persiste no Brasil contemporâneo a tentativa de aperfeiçoar a oferta de saúde pública de qualidade, visto que o cenário em que o país se encontra é marcado pelas desigualdades e pela falta de investimentos adequados, o que demonstra a nítida necessidade de se repensar o modo como a saúde pública se insere na sociedade.

Em primeiro plano, convém ressaltar que apesar dos significativos avanços técnico-científicos por parte da iniciativa privada nas últimas duas décadas, dados fornecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que mais de 75% da população brasileira depende exclusivamente de programas de saúde pública. Tal estatística evidencia a problemática da defasagem do sistema público em detrimento de grandes empresas que lucram com a venda de seguros de saúde. Outrossim, os contrastes sociais se fazem presentes de forma ainda mais escancarada, ao comparar regiões desenvolvidas e centros urbanos com áreas rurais, periféricas e pouco acessíveis aos serviços gratuitos de saúde, uma vez que o artigo 196 da Constituição Federal, que assegura o acesso à saúde por parte de todo cidadão, é então violado.

Ademais, o descrédito científico e a negligência dos estudos comprovados, aliados à desinformação que é muitas vezes propagada pela mídia, são alguns dos fatores que atrasam a garantia do acesso ao atendimento médico e impedem a democratização dos serviços. Contudo, é inegável a importância que o Sistema Único de Saúde (SUS) exerce no aspecto da inclusão. Implantado a partir de 1988 e inspirado no “National Health Service”, o sistema público age em prol de todos os cidadãos brasileiros, tendo como base os princípios de universalidade, equidade e integralidade. Sendo dessa forma, um imprescindível agente de consolidação de ações afirmativas, embora careça de melhorias em vários âmbitos.

Diante de uma conjuntura de saúde pública na qual as desigualdades socioeconômicas se acentuam, a permanência na dificuldade de acesso e a falta de aperfeiçoamento são recorrentes, é mister a atuação do Ministério da Saúde com a parceria de órgãos públicos fundamentais para a promoção da saúde, como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na emissão de verbas destinadas ao progresso científico de alcance popular, como a aplicação de recursos no SUS, por meio do aumento de salários dos profissionais da saúde e sua consequente valorização, além da maior visibilidade às unidades básicas de saúde, com a finalidade de promover o reconhecimento regional do serviço público e colaborar com o alcance à saúde gratuita e de qualidade de toda a população brasileira em suas múltiplas realidades.


Biografia:
Sobre minha pessoa, pouco sei, mas posso dizer que sou aquela que na vida anda só, que faz da escrita sua amante, que desvenda as veredas mais profundas do deserto que nela existe, que transborda suas paixões do modo mais feroz, que nunca está em lugar algum, mas que jamais deixará de ser um mistério a ser desvendado pelas ventanias. 
Número de vezes que este texto foi lido: 96


Outros títulos do mesmo autor

Poesias É preciso (re)pensar a infância brasileira Flora Fernweh
Crônicas Sobre a subjetividade Flora Fernweh
Poesias Poema dadaísta Flora Fernweh
Artigos Maternidade e mercado de trabalho em questão no Brasil Flora Fernweh
Poesias Língua de poeta Flora Fernweh
Artigos Expressionismo Flora Fernweh
Haicais Anoiteceu Flora Fernweh
Artigos A situação da saúde no Brasil: problemas e soluções Flora Fernweh
Artigos Causas e consequências do movimento antivacina Flora Fernweh
Crônicas Ânsia da escrita Flora Fernweh

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 205.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76542 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62275 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50444 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50241 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49735 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49500 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49442 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 49152 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48960 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48910 Visitas

Páginas: Próxima Última