Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Leite condensado de direita
Rafael da Silva Claro


V de vacina, de vitória e verdade. A patética encenação do slogan, protagonizada por João Doria, mal executada pelos ex-presidentes Michel Temer e José Sarney, virou outdoor no Mato Grosso do Sul. Sim, propaganda do governador de São Paulo espalhada por outro estado. Curioso slogan que exalta a distribuição de uma “vacina” (que não imuniza) com apenas 50,38% de eficácia (talvez seja menos); usar a palavra “vitória” foi um ato falho, muito revelador para mostrar quem realmente politizou a pandemia; e, finalmente, “verdade” é um termo que não combina com o Doria. Só se fosse sinônimo de mentira.

O “V” do Doria é o de vergonha, vigarista, vitupério ou vingança. Empurrando uma vacina, que esconde acordos escusos com a China, o governador foi implantando medidas impopulares: lockdown, aumento na cobrança de ICMS para alguns setores; fim da gratuidade no transporte público (60 a 65 anos); etc.

Não só a oposição, mas derrotados na eleição e outros oportunistas, têm forçado uma ocasião de agarrarem o poder, para implementarem as benesses de sempre a grupos de interesse. Veículos, supostamente isentos, de notícias - que têm que, legitimamente, dar lucro; políticos; sindicatos; e demais grupos de interesse se enganaram mais uma vez, achando que a fake news do “leite condensado” era a oportunidade para o impeachment.

Facada, desastre de Brumadinho, fogo (Pantanal e Amazônia), COVID-19 e diversas acusações: nazista, fascista, misógino, miliciano, genocida, xenófobo e outras fobias já foram usadas para acusar o presidente e/ou tentar derrubá-lo, tudo sem fundamento.

O paroxismo dessa sanha pelo poder e farta distribuição de dinheiro, foi o episódio do “leite condensado”. Baseado num jornalismo porco cometido pelo portal Metrópoles, os abutres capturaram o que parecia ser a oportunidade de imputar um crime a esse governo. Talvez, associando o peculiar gosto de Bolsonaro - pão francês recheado com leite condensado -, imaginaram encontrar milhares de latas do produto na cozinha do Palácio da Alvorada. Aquela velha turma saiu, rastejando, do pântano. Choveu tuítes, alguns após o fim da polêmica. Se eu tiver unha encravada, já sei em quem pôr a culpa.

Se fosse um jogo de vídeo game, Bolsonaro teria vencido várias fazes, mas, com pouca energia, só um poder e apenas uma vida, restariam poucos desafios. Suspeito que o último vilão seja - o, até agora, indestrutível, invencível e terrível - Alexandre de Moraes.


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 361


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Nasce uma dupla Rafael da Silva Claro
Ensaios Marias-coturnos Rafael da Silva Claro
Humor 1º de Abril II Rafael da Silva Claro
Crônicas Você tem fome de quê? * Rafael da Silva Claro
Ensaios SimCity Rafael da Silva Claro
Ensaios Versão Brasileira Rafael da Silva Claro
Ensaios Amor, I love you Rafael da Silva Claro
Ensaios Futebol feminista Rafael da Silva Claro
Crônicas Playcenter: o lugar onde tudo acontece Rafael da Silva Claro
Ensaios Teoria da Conspiração Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 106.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 76542 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 62275 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50444 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50241 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49735 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49500 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49442 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 49152 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48960 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48910 Visitas

Páginas: Próxima Última