Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
FINAL
MINHA ILUSÃO FOI TER AMADO
Sérgio Gaiafi

Eu pensei que o meu amor fosse eterno,
que não haveria nenhum final triste,
pois tudo em mim era meu amor,
e, eu era uma notícia boa
uma mensagem poética em muitos versos
para ter um depois tão amargoso
da cor do pecado em forma de rima
já eu havia esquecido da solitária poesia
que fez-me um poema de sofreguidão
quando li tua despedida sem adeus.


Biografia:
Sérgio Gaiafi, nascido como Sérgio Rodrigo Gaiafi Maciel em 1966 na cidade de Campina Grande na Paraíba. Filho de Amadeu Maciel de Arruda e Nancy Gaiafi Maciel, na infância estudou no Instituto São Vicente de Paulo onde teve sua formação primária, depois, passou pelos educandários, Colégio Moderno 11 de Outubro, Colégio Santa Terezinha e, Colégio Estadual de 2º Grau Dr. Elpídio de Almeida mais conhecido como 'Gigantão da Prata' cursando sua formação colegial. Trabalhando na Paróquia do Santo Antônio, recebeu incentivo do Pe João Heldes Collin e ingressou na vida religiosa, e assim, teve então sua formação no Propedêutico em Fortaleza, Ceará pela instituição religiosa, Instituto Teológico Pastoral do Ceará, e consequentemente formação em Filosofia e Teologia na Faculdade Teológica Filadélfia e Escola Teológica Popular da Diocese de Campina Grande, onde tornou-se Agente Pastoral e, depois, pelo Instituto Judaico resolveu especializar-se em línguas semíticas tornando-se tradutor textual e Patrística e historicidade canonical pela Escola Mater Ecclesiae como apoio do Pe. Clemente Medeiros da Rocha que havia sido professor no Seminário São João Maria Vianney e também fez o arqueologia bíblica pela e Direito canônico pela Escuela Mater Ecllesie. Durante sua vida sempre nutriu o seu lado cultural pelas artes e literatura herdado pelos antepassados, tornar-se escritor pelo desejo e capacidade de observar em seus pensamentos uma dialética pragmática através da escrita dos poemas, sonetos, adágios, haicai e poesia aldravista. Na sua trajetória exemplos como Heráclito Maciel,, Mimosa Figueiroa e sua irmã Lúcia Maciel, serviram de exemplo e poetas como Carlos Drummond de Andrade, Florbela Espanca, Fernando Pessoa, Cora Coralina, Emily Elizabeth Dickinson, Matisuo Bashô, Clrice Lispector, Walt Whitman, Marianne Moore e outros grandes vultos serviram-os de inspiração complementar para seu discernimento poético literário.
Número de vezes que este texto foi lido: 47277


Outros títulos do mesmo autor

Poesias MARCAS Sérgio Gaiafi
Poesias MARCAS Sérgio Gaiafi
Poesias ALDRAVIA Sérgio Gaiafi
Poesias OPACO Sérgio Gaiafi
Poesias DESESPERO Sérgio Gaiafi
Poesias ALDRAVIAS Sérgio Gaiafi
Poesias ALDRAVIAS Sérgio Gaiafi
Poesias OS DOIS Sérgio Gaiafi
Poesias GOD IS DEAD Sérgio Gaiafi
Poesias DEUS ESTÁ MORTO Sérgio Gaiafi

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 63.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 48076 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 48060 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 48056 Visitas
1 centavo - Roni Fernandes 48020 Visitas
Regresso tardio - Tino Nenhures 47822 Visitas
O Movimento - Marco Mendes 47505 Visitas
VIDAS TROCADAS - TITO CANCIAN 47497 Visitas
Nada Inocente - Bia Nahas 47495 Visitas
toxina - alfredo jose dias 47493 Visitas
A caça e os caçadores - Onihara 47486 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última