Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Precisamos falar de Hélio Schwartsman
Rafael da Silva Claro

O sujeito que dá título a este texto escreveu: “Por que torço para que Bolsonaro morra”. O autor escreveu isso na Folha de São Paulo quando o presidente contraiu a covid-19. Se ele apenas quis dar sua lacrada matinal, ser “o cara” na sua bolha ou parecer polêmico, só ficou claro que ele é alguém que, precisando de cuidados psiquiátricos, é urgente que seja interditado.

O pai e a mãe dele pensam: meu Deus, criei um monstro!; os irmãos já desconfiavam que isso um dia iria acontecer; os amigos desse cara devem estar atônitos pelas loucuras que ele pensa; e os colegas de trabalho, surpresos por o que aquele sujeito estranho é capaz de escrever. Se for demitido ou contrariado pode tramar invadir a redação, numa segunda-feira, e metralhar quantos conseguir. Se o cara quer assassinar o presidente!

O jornalista quer eliminar quem ele não gosta, não tolera ou pensa diferente. É o típico ser que reclama que o Brasil está polarizado. Polarização é boa, pois significa a existência de mais de um pensamento. O contrário de polarização é o pensamento único.

Agora, a Polícia Federal (PF) intimará o colunista da Folha. Tomara que não dê em nada. Ele apenas está utilizando mal o dom de escrever e a oportunidade e o espaço que tem em um jornal de grande circulação. É a inteligência, mais uma vez, sendo usada para o mal; é o Hélio, do único jeito que ele teve coragem, expressando seu ódio. Ódio represado, que talvez seja por si mesmo.

As pessoas próximas ao autor da polêmica coluna devem se preocupar com o que dizem, bem como com suas preferências políticas. Hélio Schwartsman, por tão pouco, já provou desejar a morte de quem pensa, fala e age contrariando-lhe. Cuidado, ele deseja a sua eliminação e, quando disposto, pode escrever num título: Espero que ele morra.

O texto dessa coluna, “Por que torço para que Bolsonaro morra” é inócuo, de modo que não configura crime. O problema é quando um “Adélio Bispo” se sente autorizado e encorajado, por uma asneira estampada na Folha de S. Paulo, a deflagrar uma ideia, antes somente armazenada na cabeça de um débil mental, pensando salvar a humanidade.

Em 2015, 12 pessoas pagaram com a vida porque um desenhista resolveu ser “polêmico” publicando uma charge de Maomé na revista satírica francesa Charlie Hebdo. Deu ruim. O resultado foi um massacre.

Ronaldo Lima Batista, vereador da cidade de Coremas/PB, valente, sabendo da ida de Bolsonaro à sua cidade, gravou um vídeo ameaçando-o de morte; depois, devido à péssima repercussão, cordeirinho, gravou outro vídeo mais longo, com muito medo e contradizendo-se bastante, retratando-se. Agora, cheio de qualidades, se diz “da paz”.

É melhor ficar verde de raiva (por não gostar da linha política) do que vermelho de vergonha (por ter que pedir desculpas).


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 919


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios O Conto da Vacina Rafael da Silva Claro
Ensaios Fatos & Fotos Rafael da Silva Claro
Ensaios André do Rap Rafael da Silva Claro
Crônicas Cara-pintada cara de pau Rafael da Silva Claro
Ensaios Opinião no ar Rafael da Silva Claro
Ensaios Direto ao Ponto Rafael da Silva Claro
Ensaios Leblon e Vila Madalena Rafael da Silva Claro
Ensaios O Mito de Prometeu Rafael da Silva Claro
Ensaios Pantanal Rafael da Silva Claro
Ensaios Tiro no pé Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 62.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69701 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55961 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49114 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44686 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44326 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43945 Visitas
viramundo vai a frança - 43941 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 43386 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41981 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41588 Visitas

Páginas: Próxima Última