Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Quem procura acha
Rafael da Silva Claro


Rodrigo Janot cometeu “sincericídio”. O antigo procurador geral da República trocou o confortável pijama e a Sessão da Tarde da sua aposentadoria para voltar aos holofotes da política e à mira da Polícia Federal. Janot, que parece um vovô legal, disse à Imprensa, que pretendia matar Gilmar Mendes e se matar.

Esse ex-procurador foi flagrado na companhia do advogado de Joesley Batista, que estava sendo investigado. Nesse episódio, Janot estava com o advogado, tomando cerveja, num boteco de quinta categoria, escondido atrás de caixas de cerveja empilhadas e com óculos escuros. A tentativa de se esconder e disfarçar não foi eficaz. Ele foi surpreendido com uma bela fotografia, a qual revelou um atrapalhado agente secreto de pornochanchada.

A política do Brasil se tornou uma ópera-bufa, o que deve ser muito melhor que qualquer novela. Superou os roteiristas de House of Cards, deixou Alexandre Padilha (diretor) pra trás e me proporcionou uma transição segura e contínua, quando parei de assistir Chaves e Chapolin.

O antigo procurador geral da República, nomeado por Dilma Roussef, lançou um livro contando suas aventuras republicanas. Dizem que essa confissão é para promoção e, consequente, alavancagem das vendas do livro. Porém, o tiro -sim, um trocadilho- saiu pela culatra; foram autorizadas busca e apreensão e outras sanções contra ele. E o livro vendeu pouco.

O que encorajou Rodrigo Janot a cometer essa sinceridade suicida, talvez um dia saibamos. O fato é que, nesse episódio, ele aniquilou a sua reputação, que já não era grande coisa.

Augusto Aras, atual procurador geral da República, foi vítima da epidemia das lives. Numa mistureba de José Sarney e Rodrigo Janot ele, que estava passando batido, desceu a lenha na operação Lava Jato. Segundo Aras, o combate à corrupção deve voltar a ser o que era. Ou seja, sua ideia é que corrupção se combate com mais corrupção.

Ele também usa “lavajatismo” como um termo pejorativo, como uma doença, algo a ser extirpado antes que se espalhe.

A péssima repercussão foi imediata. É isso que dá falar para uma bolha, para seus pares, falar o que, presume-se, querem ouvir, tentando agradar a plateia. É muito difícil para a pessoa comum (que não é do meio jurídico) entender que julgamentos, que passam por várias instâncias e por vários juízes, possam conter ilegalidades.

Se Augusto Aras quiser tomar o protagonismo, com essas atitudes histriônicas, virará um Janot 2.0, mostrando que o problema na PGR é a cadeira.


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 258


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Pantanal Rafael da Silva Claro
Ensaios Tiro no pé Rafael da Silva Claro
Ensaios Idioma/ Oscar Rafael da Silva Claro
Ensaios Sinecuras 2020 Rafael da Silva Claro
Crônicas Aquecimento Global Rafael da Silva Claro
Ensaios Fake News de qualidade Rafael da Silva Claro
Crônicas Náufragos em SP Rafael da Silva Claro
Ensaios Sleeping Giants Rafael da Silva Claro
Ensaios Precisamos falar de Hélio Schwartsman Rafael da Silva Claro
Ensaios Nem tudo que reluz é ouro Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 54.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68390 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55714 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44411 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44133 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43755 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42785 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42120 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41354 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41292 Visitas
Amores! - 39791 Visitas

Páginas: Próxima Última