Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Pretérito mais-que-perfeito
Flora Fernweh

Não basta uma lembrança perfeita, o bom passado é a mais que perfeita recordação. Não se contenta em se trancar na jaula com o cadeado da resistência poética, não espera uma memória desocupada para subir à mente e dela se apoderar com a chave pesada de sua emoção ou de seu remorso. O mais legítimo representante da legião nostálgica, aquele que mergulha no mar sem espumas das horas vagas da noite sem fim e sem começo, não é aquele que remói cada fresta do que foi e que jamais voltará a ser, e que é facilmente identificado por qualquer outro como ele. A verdadeira nostalgia está impregnada pelos ares repentinos de um sonho futuro, o exercício de lembrar se inicia antes do momento que um dia ele migrará para a caverna do eterno ontem. Sim, o verdadeiro homem que se ocupa do passado e vive em função do que ele ensinou, não apenas o transporta de forma involuntária para o presente, que para ele, pode ser o pretérito de uma vida, mas idealiza seu futuro, desafiando a rima do tempo e a métrica de seu limite, personifica o que ainda será e o ornamenta com a perfeição intocada em que um dia se transformará. Eis a grande diferença, o homem comum olha para frente com as lentes da oportunidade de um bem-viver, enquanto que o horizonte do ser nostálgico não se estagna simplesmente no que foi, não se estabiliza, está além de qualquer linha, pois a única certeza que tem diante de um futuro tão inexato, é a de que logo tudo não passará da visão do mundo na perspectiva da serra que o vê de cima, o que resta é construir a história ansiosa do depois de amanhã com a lembrança querida do amanhã que se converterá em ontem. Por que somos tão afoitos em capturar momentos a fim de que se transformem em memória? a resposta é certeira e até rima: porque queremos ser história. Escrever amores, aventuras e batalhas, viver para contá-las, isso move o ser humano, bem sabe ele de suas limitações em se tornar eterno, os registros são a melhor lembrança que o mundo já caduco dispõe, e a melhor maneira de alcançar o posto da imortalidade de suas ideias. O passado ainda é o motor do mundo, e será até o dia em que esperança e lembrança rimarem e se fundirem como amantes. Os homens que se dedicam à história dos povos e dos tremores, devem entender do que falo, há peças vivas no que já foi, que se encaixam no hoje e no agora. Seguir em frente e ignorá-lo seria sinônimo de perda de uma vasta sabedoria remanescente. O futuro está aí, na ponta de um passado inacabado, precisamos de tudo aquilo que está em seu poder, ele é a lembrança pura de um dia que ainda não chegou, e não é, mas que simplesmente, já se foi, como tudo se vai, como tudo que fica.


Biografia:
Sobre minha pessoa, pouco sei, mas posso dizer que sou aquela que na vida anda só, que faz da escrita sua amante, que desvenda as veredas mais profundas do deserto que nela existe, que transborda suas paixões do modo mais feroz, que nunca está em lugar algum, mas que jamais deixará de ser um mistério a ser desvendado pelas ventanias. 
Número de vezes que este texto foi lido: 258


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Os estados da matéria chamada amor Flora Fernweh
Artigos A régua do mérito Flora Fernweh
Artigos O contágio econômico do desemprego Flora Fernweh
Artigos Meritocracia: uma análise sociológica Flora Fernweh
Artigos Análise do poema Marabá, de Gonçalves Dias Flora Fernweh
Artigos Análise do poema Olhos Verdes, de Gonçalves Dias Flora Fernweh
Artigos Como se lê e o que é literatura no ano de 2020? Flora Fernweh
Haicais Improdutivo Flora Fernweh
Poesias Literatura Flora Fernweh
Poesias Lampejo lírico Flora Fernweh

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 148.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68688 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55762 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 44597 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44484 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44177 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43794 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42322 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41434 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41410 Visitas
Amores! - 39992 Visitas

Páginas: Próxima Última