Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A Espada e a Alma de um Samurai
johnmaker


Nesse momento faço uma pausa,
Em palavra e conduta.
O aço de melhor qualidade se adéqua a forja,
Seduz minha lamina à luta,
Quando um guerreiro se entrega a sua causa,
Sem pensar em liberdade.
Um misto de respeito ao dever da alma,
E a continuidade do pensamento
em seguir sem temor o caminho da verdade.

Pode, então, o metal tirado da terra
contorcer-se no calor,
Derreter-se no brilho da chama;
Ser moldado, trabalhado,
e assim tornar-se a katana.
Um fio de nada, que, se ao solo for um dia jogada,
Jamais se encontrará em outros metais ,
Seus irmãos,
De forma a não perceber-se mais
ao dizer-se transformada,
Pois já não existe como metal, e sim como espada.

Em seu exterior material,
Não importa quantas vezes tenha sido modificada,
Nem o número de batalhas travadas,
Um dia se dissolverá no que existe de divino,
O próprio tempo....

Como o galho é parte do tronco altivo na floresta,
Em que sobe uma trepadeira
com a flor singela,
Sua existência não segue nenhuma norma,
Sendo amanhã a aresta de uma haste,
Há de ser um dia a parte honrada de uma viga.
É o que lhe resta no fim da vida,
Ao deixar de ser apenas um pedaço de pau.
Em sã consciência será para sempre a madeira
que mudou de forma,
Para ser consumida pelo fogo,
Ardendo no bem e no mal que existe dentro dela,

Assim como o Samurai
Apanhado por uma flecha certeira
Continua a ser o homem, vivo ou morto.
E sua alma se esvai para que finde,
Tornando-se unidade com todas as coisas.
Até compreender o que se passa num único instante,
ou em sua vida inteira,
Vendo que nada termina e tudo recomeça,
Existindo somente uma continuidade...

Onde se encontram pedaços do que ruiu
Descobrimos a força,
A fé que um dia ergueu os portais.
Ela ainda existe, está presente em nós, no inicio e no fim.
Só ela é portadora da sabedoria extrema,
Que enaltece o que cresce,
Quando antes beneficiava o que decaiu...
Na verdade a alegria de viver e crescer é tão estúpida,
quanto a dor de deixar-se abater.
Então o guerreiro,
Depois de tantas lutas, sustenta a luz,
e compreende, enfim, as sombras do que foi.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 169


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O Asceta johnmaker
Poesias A Espada e a Alma de um Samurai johnmaker
Poesias Para o Arcanjo ... johnmaker
Poesias Acorda Amor johnmaker
Poesias Arrastando uma asa... johnmaker
Poesias Serifa das fontes johnmaker
Poesias Uivos do vento johnmaker
Poesias Sem Ilusão... johnmaker
Poesias Derretido feito manteiga johnmaker
Poesias Um Rio que Habita meu Coração johnmaker

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 28.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66653 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55297 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43800 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 43551 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43430 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40981 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 40799 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 40196 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39183 Visitas
Lamento - FERNANDO 39036 Visitas

Páginas: Próxima Última